28 de out de 2010

Unifesp Diadema inaugura novos laboratórios de pesquisa


A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) inaugurou 33 laboratórios de pesquisa e três laboratórios de Graduação na unidade Eldorado do Campus Diadema, na Grande São Paulo.
Os laboratórios de graduação, com aproximadamente 100 metros quadrados cada, estão equipados com infra-estrutura para atender aos cursos de Engenharia Química, Química Industrial e Farmácia e Bioquímica. Estes locais contam com equipamentos de caracterização de bombas, sistemas particulados, trocadores de calor, painéis eletrotécnicos e tratamento de água, entre outros.
O laboratório de Análise Instrumental é o único a ser utilizado por alunos de Graduação na América Latina. Outras instituições estão equipadas com esta aparelhagem para pesquisa e prestação de serviços, e nós replicamos a maioria dos aparelhos de ponta para serem utilizados na Graduação, destaca a professora Virgínia Berlanga Campos Junqueira, diretora acadêmica da Unifesp Diadema. Com isso, nossos alunos de Graduação sairão muito mais preparados para uma pós-graduação e para o mercado de trabalho que exige mão-de-obra altamente qualificada.
Os laboratórios de pesquisa, com tamanhos que variam de 25m² a 60m², estão equipados para a realização de pesquisas em diversas áreas como, por exemplo, Microbiologia, Imunopatologia, Estresse Oxidativo, Ecologia, Química Analítica, Genética, Química Orgânica e Física, entre outros. O local, que também será disponibilizado para pesquisadores dos demais campi da Unifesp, conta com aparelhos de ressonância magnética nuclear, microscópio eletrônico de varredura e mesas de laser.
Unifesp em Diadema
A Unifesp instalou-se em Diadema em 2007 tendo como foco cursos relacionados ao Meio Ambiente, seguindo a vocação da região onde a universidade está instalada, no Jardim Eldorado, às margens da represa Billings, e também visando atender as necessidades do mercado de trabalho local.

Atualmente são 1.330 alunos matriculados em sete cursos de Graduação em Diadema - Ciências Ambientais; Ciências Biológicas; Farmácia e Bioquímica; Engenharia Química; Licenciatura Plena em Ciências, Química e Química Industrial.
As aulas são ministradas em três unidades (Eldorado, Florestan Fernandes e Brasília) e até 2015 a universidade deverá contar com aproximadamente 3 mil alunos no município.
Redação Terra

Nenhum comentário: