4 de fev de 2009

Shopping pode causar congestionamentos

O estacionamento do Shopping Praça da Moça, em Diadema, vai oferecer cerca de mil vagas. Após a inauguração, a administradora do empreendimento espera receber 10 mil veículos e cerca de 51 mil pessoas por dia, de acordo com dados da TTC Engenharia de Tráfego. Uma enquete em blog do shopping aponta que 17% das pessoas vão utilizar automóveis para chegar até o local.


Diante desse quadro, a Prefeitura de Diadema já começou a estudar possíveis alterações nas ruas do entorno, para acomodar o fluxo extra de veículos quando o shopping começar a funcionar, o que deve ocorrer em abril. Entre as mudanças acertadas pela administração estão a alteração do sentido das ruas Manoel da Nóbrega, Graciosa e Sebastiana Machado Teodoro, conhecida como rua da Parteira. Hoje todas operam em mão dupla.

A rua Graciosa passará a ser mão única desde o cruzamento com a rua da Parteira até a rua Manoel da Nóbrega, no sentido bairro. Apenas os ônibus serão autorizados a descer a rua em direção ao Centro, em uma espécie de corredor. Da rua da Parteira até a avenida Alda a mão dupla permanece inalterada a fim de não prejudicar o acesso dos moradores às ruas João Tanasovici e Maria de Souza Mitre.

A rua Manoel da Nóbrega passa a ser mão única no sentido Centro, do cruzamento da General Rondon até a Professor Evandro Caiafa Esquivel. A última alteração já aconteceu durante as obras e deve ser mantida após a inauguração do shopping: a rua da Parteira será mão única apenas para descer sentido Manoel da Nóbrega para a rua Graciosa.


Segundo o secretário de Transportes, Ricardo Perez, sinalização para indicar as mudanças deve custar cerca de R$ 800 mil e os semáforos, R$ 600 mil. “Trata-se de equipamentos inteligentes, que operam de acordo com o fluxo local”, explicou Perez.


O shopping também será o responsável pelo recapeamento das ruas prejudicadas durante a obra. A verba destinada para este fim, no entanto, ainda não foi fixada.

Camila Galvez (DIÁRIO REGIONAL)

Nenhum comentário: