8 de set de 2013

EMTU autoriza mudança no traçado do trólebus

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) autorizou a mudança da linha do trólebus no Centro de Diadema, saindo da Avenida Antônio Piranga e migrando para a Avenida Fábio Eduardo Ramos Esquível.
Na tarde de ontem, o diretor-presidente da EMTU, Joaquim Lopes, se reuniu com o deputado estadual Orlando Morando (PSDB) e o secretário de Transportes da cidade, José Carlos Gonçalves (PR), e acatou reivindicação da Prefeitura de Diadema, que tem planos de construção de um bulevar comercial na região que concentra lojas do município.
“Havia três alternativas e achamos que essa é a melhor”, salientou Lopes. Segundo o presidente da estatal, dentro de 60 dias haverá contratação de empresa para desenvolver os projetos executivo e básico.
Pela intenção do Paço, a linha do trólebus chegará até o Quarteirão da Saúde e será desviada para a Avenida Fábio Eduardo Ramos Esquível, fazendo ligação direta com o Terminal Diadema. Deste modo, a área que concentra a Câmara, a Igreja Matriz, shopping popular e o comércio não mais teria trânsito de veículos.
Morando afirmou também que, no encontro, ficou definido que haverá duas faixas provisórias para os trólebus na Avenida Fábio Eduardo Ramos Esquível para a Prefeitura já iniciar os trabalhos para construção do bulevar. “O prefeito Lauro (Michels, PV) tem bons projetos para o Centro.”
José Carlos fez discurso na mesma linha do deputado, dizendo que a região central da cidade precisa ser revitalizada. “Hoje todos andam espremidos, as lojas não têm espaço para propagandas, não estimula o munícipe a comprar na cidade. Com essa mudança viária acredito que conseguiremos dar nova cara ao Centro.”
Ainda não há valores envolvidos nos projetos básico e executivo, mas Joaquim Lopes discorreu que a intenção da EMTU é agilizar o processo.
Para não prejudicar o trânsito na Avenida Fábio Eduardo Ramos Esquível, que faz ligação direta com a Rodovia dos Imigrantes e com o Corredor ABC, a Prefeitura de Diadema tem planos para canalizar o córrego que hoje divide a via.
fonte: Raphael Rocha - Do Diário do Grande ABC


Nenhum comentário: