15 de abr de 2009

Vereadores de Diadema discutem ampliação da Etec

Depois de longa negociação, a Prefeitura de Diadema irá doar uma área de 2,6 mil metros quadrados para o CEETEPS (Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza). No terreno será construída uma nova unidade escolar da ETEC (Escola Técnica Estadual) de Diadema.

O projeto de lei, de autoria do prefeito Mário Reali (PT), autoriza a desafetação da área pública deve ser votado na sessão desta quinta-feira (16/04). De acordo com o vereador Lauro Michels (PSDB), um dos articuladores que trabalharam pela ampliação da escola técnica, a propositura será aprovada.

“Estamos em busca da ampliação há muito tempo. Nos últimos meses, me reuni com a coordenação do Centro Paula Souza e governo do Estado para agilizar o processo”, comentou Michels.

Desde de 1998, o Centro Paula Souza oferece dois cursos técnicos no município, porém, vinculados à unidade de São Bernardo (Lauro Gomes). A partir de 2007, a ETEC de Diadema passou a ter autonomia administrativa, ministrando cursos de ensino médio, administração, informática e secretariado.

Atualmente, a ETEC Diadema funciona em um prédio também cedido pelo município no bairro Serraria. A área que deve ser doada fica ao lado da sede.

De acordo com o projeto de lei, a nova unidade será um complexo educacional. Serão construídos três pavimentos com 12 salas de aulas, seis laboratórios, dependência para administração, biblioteca, lanchonete e estacionamento.

O custo previsto para a construção da nova unidade é de R$ 3,7 milhões com recursos do Centro Paula Souza.

Michels explicou que o número de alunos vai aumentar de 900 para mais de 1,8 mil. “A expectativa é dobrar o número de alunos. Além disso, novos cursos serão oferecidos. Vamos tentar trazer o de enfermagem”, concluiu o tucano.

Nenhum comentário: