1 de jun de 2009

Diadema reafirma vocação para empreendimentos com entrega do Shopping Praça da Moça

Por Iara Santos Luz

Começou a funcionar em Diadema o Shopping Praça da Moça. A inauguração ocorreu na última quinta-feira, dia 28 de maio, e contou com as presenças de autoridades locais, empreendedores e lojistas. O primeiro shopping da cidade tem 105 mil metros quadrados de área construída e exigiu investimentos da ordem de 200 milhões de reais.

Com cerca de 150 lojas, estacionamento para 1.100 veículos e cinemas, o centro de compras deverá receber diariamente 51 mil pessoas e até o final do ano vai gerar 2.500 empregos diretos. Para os próximos 12 meses a previsão de vendas do shopping é de 300 milhões de reais.

Posição estratégica – Município da região metropolitana com quase 400 mil habitantes, Diadema por sua proximidade com outras cidades do ABC e Capital Paulista, integra mercado de 1 milhão de compradores em potencial. Entre 2006 e 2009 várias empreendimentos de marcas conhecidas se instalaram na cidade, entre elas Magazine Luiza, Dicico, Tenda Atacado, Center Castilho, Rede Maxxi, Camisaria Colombo e Habib’s.

Décima quarta economia do Estado, o orçamento de Diadema para 2009 é de R$ 634,4 milhões, três vezes maior que o orçamento de 2001 (R$ 209 milhões). Nos últimos quatro anos a receita do ISS cresceu 30,11% e de ICMS 23,24%, resultado de negociações de dívidas, melhor fiscalização e realização de ações que atraíram novas empresas e prestadores de serviços para a cidade.

Políticas públicas: Os números positivos despontam como importante sinal de que a política do poder público local realmente tornou a cidade atrativa para receber os mais variados tipos de investimentos.

Projetos voltados à construção de moradias, saneamento e infraestrutura fizeram com que Diadema urbanizasse a maioria dos núcleos habitacionais e hoje 97% deles possui infraestrutura. As ruas da cidade são todas asfaltadas e a iluminação pública, a vapor de sódio, cobre todo o município.

Somente para as áreas de saneamento, habitação e recuperação de mananciais serão investidos cerca de R$ 98 milhões nos próximos anos por meio de recursos municipais e do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC, do Governo Federal. Vários são os canteiros de obras espalhados pela cidade.

Outra significativa melhoria alcançada a partir da ação do governo municipal diz respeito à queda dos índices de homicídios. Com implantação de políticas públicas na área da segurança os índices de homicídios caíram em 78,61% no período de 2003 a 2007. Uma forte integração nas ações da Prefeitura e das polícias Civil e Militar fez com que o município se destacasse no cenário nacional e internacional como um caso bem-sucedido de prevenção e combate à violência.

Pólo Educacional: Outra forma que Diadema aposta para aumentar essa vocação econômica é a consolidação de um pólo educacional que qualifique a mão-de-obra que demanda das empresas. Entre os destaques está a implantação, em 2006, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com cursos nas áreas de Farmácia, Engenheira Química e Ciências Biológicas. Com a construção do novo Campus, no bairro Eldorado, com mais de 360 mil m², previsto para os próximos anos, a universidade ampliará o número de cursos e alunos atendidos.

Está em fase de construção, com previsão de início de atendimento em 2010, uma unidade da Faculdade de Tecnologia - FATEC que abrirá vários cursos, entre eles, os que atenderão à demanda das empresas do Pólo de Cosméticos. Nos próximos meses está prevista a ampliação da Escola Técnica Estadual de Diadema – ETEC, que aumentará o número de cursos profissionalizantes. Pelo poder público municipal, o Centro Público de Emprego e a Fundação Florestan Fernandes realizam, anualmente, centenas de cursos de capacitação e qualificação profissional.

O Senae capacitação e qualificação profissional.

O Senai também está presente na realização de cursos profissionalizantes e em parceria com o Ministério da Educação funciona a Universidade Aberta do Brasil que oferece ensino à distância. A cidade conta com faculdades da iniciativa privada.

Políticas de fomento – Outra forma de buscar crescimento foi à implantação de políticas de fomento na área econômica e a busca de parcerias com setores privados e governamentais que garantissem a estruturação de uma economia forte. Desta maneira, em 2002, foi constituído o Pólo de Cosméticos de Diadema que congrega mais de 60 empresas da cadeia produtiva do cosmético e gera 11 mil empregos diretos e indiretos.

Tem ainda Centro Público de Emprego Trabalho e Renda (CPETR), em parceria como Governo Federal, que busca melhorar o emprego na cidade, promover captações de vagas e colocações no mercado de trabalho. De 2006 a abril de 2009 o serviço auxiliou 7.919 trabalhadores a conseguir emprego. Para trabalhar no Shopping Praça da Moça o Centro Público realizou a captação de 546 vagas e destas 247 foram preenchidas. O aproveitamento foi 76,52% e 80% dos contratados são de Diadema.

Atualmente, está em curso, em parceria com o CIESP, a Associação Comercial e Empresarial de Diadema (ACE) e SEBRAE, o “Programa de Melhoria da Competitividade Industrial”. A iniciativa visa entre outras coisas o desenvolvimento da atividade industrial, acessos a fontes de desenvolvimento tecnológico e busca de recursos via crédito e financiamento para a capacitação empresarial. Destacam-se ainda dois benefícios relacionados a descontos no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para quem investiu ou vai realizar empreendimentos na cidade.i também está presente na realização de cursos profissionalizantes e em parceria com o Ministério da Educação funciona a Universidade Aberta do Brasil que oferece ensino à distância. A cidade conta com faculdades da iniciativa privada.

Políticas de fomento – Outra forma de buscar crescimento foi à implantação de políticas de fomento na área econômica e a busca de parcerias com setores privados e governamentais que garantissem a estruturação de uma economia forte. Desta maneira, em 2002, foi constituído o Pólo de Cosméticos de Diadema que congrega mais de 60 empresas da cadeia produtiva do cosmético e gera 11 mil empregos diretos e indiretos.

Tem ainda Centro Público de Emprego Trabalho e Renda (CPETR), em parceria como Governo Federal, que busca melhorar o emprego na cidade, promover captações de vagas e colocações no mercado de trabalho. De 2006 a abril de 2009 o serviço auxiliou 7.919 trabalhadores a conseguir emprego. Para trabalhar no Shopping Praça da Moça o Centro Público realizou a captação de 546 vagas e destas 247 foram preenchidas. O aproveitamento foi 76,52% e 80% dos contratados são de Diadema.

Atualmente, está em curso, em parceria com o CIESP, a Associação Comercial e Empresarial de Diadema (ACE) e SEBRAE, o “Programa de Melhoria da Competitividade Industrial”. A iniciativa visa entre outras coisas o desenvolvimento da atividade industrial, acessos a fontes de desenvolvimento tecnológico e busca de recursos via crédito e financiamento para a capacitação empresarial. Destacam-se ainda dois benefícios relacionados a descontos no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para quem investiu ou vai realizar empreendimentos na cidade.

Nenhum comentário: