5 de mai de 2009

Diadema pode ter time de futebol profissional

Associação Desportiva Diadema. Assim deve ser o nome do futuro clube que pode defender a cidade no Campeonato Paulista de futebol, já que Prefeitura viabilizou a participação da equipe nas divisões de base do torneio. A Administração municipal conseguiu uma parceria com o Sport Club Atibaia, time da Segundona que está sendo representado nas categorias sub-11, sub-13, sub-15 e sub-17 pelos jogadores das escolinhas do município do ABCD.

O Atibaia é presidido por Aparecido Inácio da Silva, o Cidão, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano. A expectativa, no entanto, é que, já em 2010, a AD Diadema esteja com a diretoria constituída e possa entrar em campo, de fato, como mais um clube da Região. “Estamos correndo atrás de patrocinadores. Queremos que essa equipe se consolide como um time da cidade de Diadema”, conta o secretário de Esportes Rubens Xavier Martins.

Para que o projeto tenha sucesso, a Prefeitura discute com os mais diversos segmentos. “Queremos ver se conseguimos um recurso para que essa garotada permaneça. Eles estão hoje no sub-17, depois irão para o sub-20 e, enfim, chegarão ao profissional”, projeta Martins.

A previsão é que, se houver o acerto de patrocínio para as categorias de base ainda nesse ano, o sonho em chegar ao profissionalismo seja realizado em breve. “Todo esporte de alto rendimento é caro. Nós estamos correndo atrás de parceiros, pessoas que possam nos ajudar a viabilizar essa ideia, um sonho antigo em Diadema”, afirma.

Apesar de participar ativamente do processo de formação do novo clube, a Prefeitura não terá nenhuma participação na diretoria, que será formada por alguns dos interessados em fazer parte do projeto. “Vamos dar apoio como toda Prefeitura dá, mas não seria um time da Prefeitura”, esclarece o secretário.
Os times da base estão mandando seus jogos no Paulista no estádio Taperinha, em Piraporinha. O local, com capacidade para dois mil torcedores, foi vistoriado pela FPF (Federação Paulista de Futebol) e precisou passar por algumas adaptações, como a separação dos vestiários da arbitragem e a recuperação do gramado. Futuramente poderá haver ainda a ampliação das arquibancadas.

Outro campo existente na cidade com possibilidades de receber partidas profissionais está localizado no Jardim Inamar. “No entanto, o campo lá é sintético e os jogadores preferem jogar no gramado natural”, pondera Rubens.

Otimista, a administração espera poder contar com um time de futebol forte. O secretário de Esportes garante que fará de tudo para que esse objetivo torne-se uma realidade. “Esse pode ser um embrião para se consolidar como um clube da cidade”, acredita.

Por: Walter Fernandes (abcdmaior)

Um comentário:

Anônimo disse...

sera muito bom para diadema e os garotos