14 de fev de 2009

Câmara de Diadema é vergonha para o Legislativo do Grande ABC

Juliana Gattone
Do Diário do Grande ABC

O que um morador de Diadema acharia de ganhar R$ 7.480 por mês, além de vale-refeição no valor de R$ 18 e 13º salário? A resposta é óbvia, já que somente 1% da população tem o privilégio de receber esse salário.

Nesse índice estão incluídos os vereadores de Diadema que, após criarem o 13º salário na primeira sessão dos anos, nesta semana aproveitaram os trabalhos - na teoria, destinados à apreciação de projetos voltados à população - para legislar novamente em causa própria: criaram o vale-refeição de R$ 18 para cada parlamentar.

A alegação para a concessão do benefício é garantir alimentação adequada aos vereadores quando estes estiverem em serviços externos. Diante do cenário e da justificativa, não seria de se estranhar que o próximo passo seja a criação do vale-transporte.

Apesar dos pareceres de juristas que desaprovaram as iniciativas, os vereadores de Diadema defenderam a ‘luta'' por melhores condições de trabalho. Nem mesmo um abaixo-assinado que circula pela cidade sensibilizou os nobres edis.

O fato é que a Câmara de Diadema deu sucessivos exemplos da falta de comprometimento com o eleitor: legislou em causa própria e feriu o princípio da impessoalidade, ferindo a Constituição Federal. Pela regra, os parlamentares só podem alterar os próprios subsídios e benefícios se a validade for para o próximo mandato.

Mesmo assim, até agora, nenhum órgão que deveria sair em defesa dos cidadãos tomou providências. Estão todos calados diante dos fatos.

As medidas abriram um grave precedente na região. Se todas as câmaras decidirem seguir o exemplo de Diadema, serão milhões de reais despendidos com mais gastos do Poder Legislativo.

Só com o custo dos vereadores diademenses, a população gasta R$ 1,5 milhão em subsídios, R$ 80 mil com o vale-refeição e R$ 127,1 mil com o 13º salário. Seguindo a lógica, se é o povo quem lhes paga, logo deveria ser consultado sobre a adoção das medidas. Afinal, não existe um lugar em todo o mundo onde os próprios trabalhadores estipulam seus próprios salários e benefícios.

2 comentários:

Anônimo disse...

Caros amigos do blog,
Estamos todos insatisfeitos com tal disparete dos vereadores de nossa cidade, diante de tal calamidade enviei e-mail ao Presidente da República informando o que se passa nesta cidade, sugiro que ainda colaborem com o mesmo protesto, este é o link:https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php
Este é o texo do meu mafifesto, espero que seja pelos colegas analisado e melhorado para melhor postagem individual daqueles que envergonhados com a situação de nossa cidade resolvam apelar para ultima estância:

Excelentíssimo Presidente,
Como todo país, nós diademenses temos acompanhado a crise ecônomica que assola as nações mais ricas, respingando seus efeitos em países menos desenvolvidos tal como nosso Brasil.
É também do nosso conhecimento seu empenho para manter o país em crescimento, observamos com animo as ações deste governo, e todos os discursos oriundos de Vossa Excelência em apelo aos prefeitos e governadores, a fim de não se interromper os investimentos em obras públicas, pedindo que as obras do PAC sejam realizadas para manter a economia ativa e dessa forma preservar os empregos. Entretanto a população de Diadema passa por um ultraje e desrespeito, nossos legisladores, pleitam e já votaram seu 13º salário, com custo individual de R$ 7.480 por mês, inclui-se a esse aumento um reajuste no vale-refeição de R$13,00 para R$18,00. O custo da Câmara de Diadema é de R$17 mi/anuais, valor que ultrapassa o orçamento de milhares de cidades brasileiras.
Pedimos a Vossa Excelência que sensibilizado com o vitupério e sentimento de impotência a que nós cidadãos de Diadema estamos expostos, possa intervir contra essa imoralidade , lembrando que tais vereadores não produzem de forma satisfatória, sendo em muito desconhecidas suas proposituras. Relembro a crise que enfrentamos, entretanto estes senhores relutam em ignorar os apelos de Vossa Excelência, ousando investir em seus próprios patrimônios.
Informamos que a referida cidade é governada pelo PT o que torna Vossa Excelência ainda mais indispensável em interfir para o fim desse absurdo.
Aguardamos resposta.
Gratos.
J.M.Silva

Anônimo disse...

Infelizmente eles perderam a vergonha, se é que isso um dia existiu...