5 de jun de 2014

DIADEMA GANHARÁ UMA FÁBRICA DE CULTURA



O Secretário de Estado da Cultura, Marcelo Araujo, anunciou nesta quinta-feira (07/06), ordem de início para construção da primeira unidade do programa Fábricas de Cultura fora da capital paulista. A cidade de Diadema será contemplada com um prédio no modelo horizontal, com cerca de 7.000 m², no centro da cidade, composto por salas de múltiplo uso, biblioteca com computadores conectados à internet, um teatro e salas de aula equipadas para a realização de ateliês de iniciação artística nas categorias música, dança, teatro, circo, artes visuais e multimeios (fotografia e vídeo). 

Com investimento de R$ 14 milhões, as obras começam a partir do dia 7 de junho, com previsão de duração de 24 meses. A unidade do programa Fábricas de Cultura do Governo do Estado de São Paulo oferecerá cursos gratuitos de iniciação artística e atividades de difusão cultural para crianças e jovens da região.

Esta é a 11ª Fábrica de Cultura instalada em regiões com alto índice de vulnerabilidade juvenil, de acordo com pesquisa realizada pela Fundação Seade. O programa, mantido pela Secretaria de Estado da Cultura, visa à descentralização do acesso da população à cultura e o incentivo à formação artística, por meio da promoção de cursos gratuitos em diversas expressões artísticas para crianças, jovens e adultos, bibliotecas com diversos títulos, além de atividades de difusão aos fins semana, abrigando e promovendo espetáculos para toda a comunidade. 

Atualmente nove unidades do programa estão em funcionamento na capital paulista. São elas: Sapopemba, Itaim Paulista, Cidade Tiradentes, Vila Curuçá, Parque do Belém, Vila Nova Cachoeirinha, Jaçanã, Jardim São Luís e Capão Redondo. Ainda nesse ano será inaugurada a 10ª unidade, em Brasilândia, zona norte da capital. 

Juntas, todas as unidades atenderam cerca de 700 mil pessoas em 2013 – entre as atividades de formação artística e de difusão cultural como shows, espetáculos de teatro e de dança, exibição de filmes, entre outros.

Saiba mais sobre as Fábricas de Cultura nos sites: 
http://www.fabricadecultura.org.br

fonte: ABCD MAIOR

Nenhum comentário: