27 de set de 2013

Michels quer parceria com Sesi na educação

A Câmara de Diadema adiou a votação do projeto de autoria do prefeito Lauro Michels (PV) que prevê parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi) para implementação de atividades complementares de ensino nas escolas municipais. Sem o mínimo de assinaturas para que o projeto fosse colocado em discussão e votação – eram necessárias 14, mas apenas 12 vereadores assinaram – e também por ter provocado polêmica durante os trabalhos, a proposta acabou retirada da ordem do dia da sessão de ontem (26) e não tem prazo para voltar à discussão no plenário.
De acordo com o projeto do Executivo, o Sesi vai reconhecer a proposta pedagógica do município e buscará potencializá-la com aperfeiçoamento da gestão educacional das unidades escolares de ensino infantil e fundamental. Se aprovado nas próximas semanas, o convênio entrará em vigor a partir do ano letivo de 2014 e vai alcançar 24.485 crianças entre 4 e 10 anos. “A proposta visa ampliar as ações educacionais no município, adotando-se o sistema educacional do Sistema Sesi, de modo a promover melhoria do ensino municipal”, justificou Michels, em ofício encaminhado ao Legislativo.
Como a proposta foi encaminhada em caráter de urgência minutos antes de a sessão ter início, vereadores que compõem a bancada oposicionista reclamaram da falta de diálogo e debate sobre a mudança na educação. “A administração resolveu enfiar goela abaixo a modificação da educação na cidade sem qualquer planejamento nem debate com a população. É um projeto equivocado e grande irresponsabilidade do atual prefeito”, criticou Josa Queiroz (PT). “O prefeito está brincado com o Legislativo e não respeita os vereadores.”
Compromisso
Em seu perfil no Facebook, o secretário de Educação, Marcos Michels, defendeu a alteração no sistema de ensino e frisou o compromisso com os profissionais da área. “O Sesi não é apostilado, não desrespeita o trabalho construído pela rede e não é tradicional. Saibam que estamos juntos na construção de Educação melhor, como é o compromisso dos profissionais desta rede. Nosso planejamento contempla sistema pedagógico e administrativo, reforma e adequação dos espaços escolares e segurança das unidades, com o compromisso de dar melhores condições de trabalho aos professores. É o que, com muita responsabilidade, tenho encaminhado”, escreveu.

Nenhum comentário: