15 de mai de 2013

PREVISÃO DA RECEITA EM DIADEMA ULTRAPASSA 1 BILHÃO


No entanto, o governo não específica no documento como será a repartição de gastos entre as áreas Prefeitura. A expectativa é de que se mantenha a Saúde como maior destino de custeio. Nos últimos anos, os gastos com a Pasta chegaram até 32% do Orçamento – limite estabelecido pela legislação.

No entanto, de acordo com o líder de governo, José Dourado (PSDB), a meta da Prefeitura é diminuir esse percentual ao longo dos anos. “É um volume muito alto, precisamos destinar para outros departamentos também. É claro que de forma consciente, vamos reduzindo sem prejudicar a qualidade dos serviços, que já estão em crise”, afirmou.

Os vereadores discutirão na próxima sexta-feira (17/05) as emendas cabíveis ao texto. O prazo para protocolar alterações se encerra em 4 de junho.

Estimativa do Paço para o Orçamento em 2014 é de R$ 1,1 bilhão

Dívida
No relatório anexo à LDO, a Prefeitura protocolou o valor total da dívida consolidada em 2012. Apesar das declarações do prefeito Lauro Michels (PV) de que o montante ultrapassaria R$ 1 bilhão, o texto expõe um débito de R$ 451 milhões – metade do apontado pelo chefe do Executivo.

fonte: Nicole Briones - ABCD MAIOR

Nenhum comentário: