28 de dez de 2012

Prefeitura de Diadema e a Caixa Econômica Federal assinam projeto habitacional Mazzaferro


Conjunto será edificado na região do bairro Casa Grande com investimento previsto de cerca de R$ 23,4 milhões / Foto: Divulgação
Na manhã desta sexta-feira (28), a Prefeitura de Diadema e a Caixa Econômica Federal assinam projeto habitacional Mazzaferro, elaborado no âmbito do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), do governo federal, na modalidade Fundo de Arrendamento Residencial (FAR/Prefeitura). O Conjunto Habitacional Mazzaferro atenderá 360 famílias com renda de zero a R$ 1.600 e será edificado na região do bairro Casa Grande. O investimento previsto é de cerca de R$ 23,4 milhões.
A assinatura será realizada no auditório do Paço Municipal. O evento contará com a presença do Prefeito Mário Reali, do Secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Milton Sussumu Nakamura, de representante da Caixa Econômica Federal e da Construtora responsável pela obra RGAC Arquitetura e Construção.

Segundo critérios do Programa, 50% das unidades do Mazzaferro serão destinadas às famílias classificadas na pré-seleção pública, ocorrida em maio deste ano. As unidades restantes beneficiarão famílias moradoras em áreas de risco e de urbanização dos Núcleos Habitacionais Bom Sucesso, Fazendinha e Rei do Gado.

Critérios
A pré-seleção pública teve como critérios de atendimento famílias residentes ou que tenham sido desabrigadas de áreas de risco ou insalubres; famílias com mulheres que representam a única responsável pela unidade familiar; famílias de que façam parte pessoas com deficiência; possuir maior comprometimento da renda per capta com aluguel; maior tempo de moradia na cidade, membros de associação de luta pela moradia que contribuíram para a aquisição de terreno destinado a empreendimento do programa MCMV.

Adesão

O município assinou termo de adesão para o programa Minha Casa, Minha Vida 1 em 22 de maio de 2009 e, no dia 27 de outubro de 2011, assinou o MCMV 2. A partir da assinatura da primeira fase e a fim de viabilizar projetos habitacionais para a população de baixa renda, a Prefeitura também criou um projeto de lei para a incorporação de novas Áreas Especiais de Interesse Social (AEIS) no Plano Diretor Municipal.

O encaminhamento dos projetos para o MCMV ocorreu devido a uma sequência de ações importantes, mas principalmente ao diálogo sobre terrenos particulares e públicos com os movimentos de moradia e empreendedores da iniciativa privada e com a Caixa Econômica Federal.

Além das famílias que serão beneficiadas pelo MCMV Mazzaferro, cerca de 400 outras serão contempladas com unidades construídas por meio do programa. Quatro projetos destinados a famílias com renda de zero a R$ 1.600,00 foram aprovados nos últimos dois anos e já estão em obras.

Desses projetos, dois empreendimentos (Ana Maria e Ecovillas) são destinados a atender demanda de entidade, neste caso, a Associação Pró-Moradia Liberdade; e outros dois para atender demanda do município na modalidade FAR/Prefeitura, neste caso, os conjuntos habitacionais Gema e Portinari. Todos os projetos estão em obras e devem ser concluídos no próximo ano.
 
fonte: REPÓRTER DIÁRIO


Nenhum comentário: