24 de mai de 2016

Hospital Serraria é único da região com selo nacional de excelência


Dos 2.987 hospitais públicos que atendem o SUS (Sistema Único de Saúde) no Brasil, dez foram contemplados com certificado de excelência concedido pela ONA (Organização Nacional de Acreditação), entre os quais o Hospital Estadual de Diadema, conhecido como Hospital Serraria. O equipamento é administrado pela OSS (Organização Social de Saúde) SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina).
Com 17 anos de atuação, a ONA é uma entidade não governamental e sem fins lucrativos que certifica a qualidade de serviços de Saúde no Brasil, com foco na segurança do paciente.
O processo de acreditação é voluntário, ou seja, é a organização, serviço ou programa da Saúde que manifesta o interesse em ser avaliado. Para hospitais, é cobrada uma taxa para a avaliação, no valor de R$ 38,50 por leito. O Hospital Estadual de Diadema possui 266 leitos.
A avaliação é realizada por instituições acreditadoras credenciadas pela ONA, tendo como referência as normas do Sistema Brasileiro de Acreditação e o Manual Brasileiro de Acreditação. Da análise constam qualidade em todas as áreas de atividade do hospital, como infraestrutura, internação, controle de infecções, higienização e outros processos focados na assistência dos pacientes.
A certificação pode ocorrer em três níveis: Acreditado (1); Acreditado Pleno (2); e Acreditado com Excelência (3), sendo essa última certificação válida por três anos. O Hospital Estadual de Diadema possui três certificações ONA (nível 1 em 2003; 2 em 2004 e 3 em 2006), recebendo recertificação em nível 3 nos anos de 2009, 2012 e agora, em 2016. O hospital também possui acreditação internacional pela Acreditation Canada, em 2010, e foi recertificado na metodologia Q Mentum diamante (também da Acreditation Canada) em 2015.
“Nosso foco sempre foi a segurança do paciente e a ONA é uma metodologia que, implantada uma vez, garante toda estruturação com gerenciamento contínuo e envolvimento das equipes, o que traz a efetividade da excelência na assistência à Saúde”, destaca a diretora clínica do Hospital Estadual de Diadema, Fernanda Maciel Paschoin.
Neste ano, 80 certificações, distribuídas nos três níveis, foram concedidas a organizações públicas e privadas. “A metodologia da ONA reúne diretrizes nacionais e internacionais para cada tipo de serviço e verifica se os equipamentos analisados atendem ou não os requisitos. A acreditação é uma ferramenta que promove gestão de qualidade e melhoria contínua”, ressalta a superintendente da ONA, Maria Carolina Moreno.
O Hospital Estadual de Diadema é referenciado e recebe pacientes encaminhados dos sete municípios do Grande ABC por meio da Cross (Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde). A maior demanda de atendimentos da unidade é referente a cirurgias. O orçamento de 2016 da unidade é de R$ 110,4 milhões.
Serviços prestados no local têm avaliação positiva de pacientes
Usuários do Hospital Serraria concordam com a certificação de excelência concedida pela ONA (Organização Nacional de Acreditação). “A consulta para minha filha no neuropediatra demorou um mês para sair e achei rápido. Tudo é muito limpo, não tenho do que reclamar”, disse a dona de casa Shirlei Venâncio, 37.
“Tratam a gente muito bem e, para quem precisa ficar internado, a comida é maravilhosa”, falou a dona de casa Maria Aparecida da Silva, 28.
O prensista Reinaldo de Souza, 52, compartilha da opinião. “Operei a clavícula e o atendimento foi muito bom.”
Anualmente, a unidade realiza 6.200 cirurgias, 13 mil internações, 410 mil exames e 74,2 mil consultas ambulatoriais. As especialidades ambulatoriais são dermatologia, nefrologia, pneumologia adulto, fisiatria, gastrologia, cardiologia, reumatologia, endocrinologia, neuropediatria e cardiopediatria. Já as cirúrgicas incluem vascular, pediátrica, ginecologia, otorrinolaringologia, plástica, gastrologia, urologia, proctologia, cabeça e pescoço, torácica, neurocirurgia e ortopedia.
fonte: DGABC

Nenhum comentário: