22 de out de 2011

Ambev investirá 1,1 bilhão de reais até o final do ano


A Ambev investirá 1,112 bilhão de reais até o final do ano na região Sudeste para expansão de fábricas. A de Sete Lagoas (MG) receberá 250 milhões de reais para iniciar sua quarta expansão. A de Guarulhos (SP) terá uma nova linha de produção, por 84,1 milhões de reais, para aumentar em 15% a capacidade produtiva; enquanto a de Piraí (RJ) terá sua capacidade ampliada em 35%, com aporte de 160 milhões de reais. No sudeste a companhia possui ao todo 13 fábricas, 26 centros de distribuição e 15,4 mil empregados. O montante faz parte do total de 2,5 bilhões de reais para as operações no Brasil este ano, visando elevar em 10% a capacidade total de produção.
A unidade de Sete Lagoas espera dobrar a capacidade, passando de 4,7 milhões de hectolitros para 9,3 milhões hectolitros de cerveja por ano, com duas novas linhas de envase, sendo uma de garrafas, com capacidade para 60 mil garrafas por hora, e outra de latas, com capacidade de 120 mil latas por hora. A fábrica aberta em 2008 terá recebido ao todo 540 milhões de reais até o final de 2011. A companhia informa ainda que no Estado de Minas Gerais houve modernização nas fábricas de Juatuba e Contagem, além de melhorias nos centros de distribuição de Uberaba, Uberlândia e Belo Horizonte.
Em Piraí, no Rio de Janeiro, estão sendo construídas uma linha de garrafas para vasilhames de 600 ml e 300 ml, com capacidade para envasar 60 mil garrafas por hora, e modernização da linha de produção de refrigerantes e latas de alumínio. Ao todo, a Ambev investirá até o final do ano 307 milhões de reais no estado do Rio de Janeiro, incluindo investimentos em Petrópolis, Campo Grande e nos sete Centros de Distribuição (CDs) no estado.
Em São Paulo, os investimentos em fábricas e CDs somarão 537 milhões de reais em 2011. A unidade de Jacareí também recebeu recursos, assim como a de Jaguariúna e os CDs da Mooca e Lapa, na capital, e no interior, como os de Votorantim, Ribeirão Preto, Araraquara, Jundiaí, Guarulhos e Diadema.
fonte: Agência Estado

Nenhum comentário: