28 de jan de 2011

UNIVERSITÁRIOS DE DIADEMA PODERÃO ESTAGIAR NA REGIÃO


Alunos da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), Campus de Diadema, poderão ter a oportunidade de estagiar em empresas do município e da Região Metropolitana de São Paulo. Para isso, um convênio foi assinado entre a Unifesp e o IEL (Instituto Euvaldo Lodi), que já está em contato com as indústrias para captação das vagas. Diadema possui um parque industrial formado por 2 mil empresas e isso potencializa a realização de estágios em diferentes áreas do trabalho.

O aprendizado dentro das indústrias terá duração de um ano e poderá ser prorrogado por igual período. Além disso, os alunos vão participar de capacitações que irão qualificá-los ainda mais para o mercado. O estágio abrangerá os 1.330 alunos matriculados em Diadema e também os demais estudantes de outros campi da universidade federal.

A realização do estágio em fábricas de Diadema foi uma articulação entre a SDET (Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho) e o Ciesp local. Um grupo de estudantes procurou a secretaria municipal em busca de apoio e os contatos foram realizados aproximando todos os envolvidos. Para o secretário da pasta, Luis Paulo Bresciani, o aprendizado nas empresas poderá no futuro representar contratação de mão-de-obra altamente qualificada. "Com isso atingiremos dois objetivos: melhoria da competitividade das indústrias, com criação de novos produtos e processos, e elevação da qualidade da atividade econômica no município", diz o secretário.

De acordo com o vice-diretor da Ciesp/Diadema, Donizete Duarte da Silva, o contato dos alunos da Unifesp com as empresas locais irá atrair processos de maior valor agregado ao município. "Diadema já é um polo de mão-de-obra especializada e o convênio com o IEL vai melhorar ainda mais essa condição. O objetivo é transformar a cidade em modelo de gestão educacional para a formação de profissionais intelectualmente qualificados", afirma.

Na visão do professor Wagner Luiz Batista, um dos coordenadores de estágios da Unifesp, a iniciativa aproxima as empresas da universidade e o resultado será a transferência de tecnologia. "Além de melhorar a produção da pequena e média empresa cria-se no município uma sinergia entre indústria, universidade e alunos", diz. O professor ressalta que hoje muitos alunos da Unifesp em Diadema vão buscar estágio em outras regiões de São Paulo, quando poderiam fazê-lo em empresas locais.

Serviço – Para concorrer às vagas os interessados devem fazer as inscrições por meio do endereço eletrônico www.sp.iel.org.br ou entrar em contato pelo telefone (011) 3262-0098. Outro caminho é ligar no telefone (011) 5576-4244 da Pró-Reitoria de Graduação da Unifesp.

Sistema indústria - O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) integra o Sistema Indústria, que compreende SESI (Serviço Social da Indústria), SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e a CNI (Confederação Nacional da Indústria). Atualmente, o IEL conta com 103 escritórios em todos os Estados brasileiros e atua na promoção do aperfeiçoamento da gestão industrial, capacitação empresarial e interação entre empresas e centros de conhecimento.

Para o gerente nacional de Estágio e Desenvolvimento de Novos Talentos do IEL, Ricardo Romeiro, o objetivo do estágio é criar ambientes propícios para que os alunos possam ter experiências práticas durante sua formação, antecipando conhecimentos para a entrada com sucesso no mercado de trabalho. "A Unifesp tem como característica o ensino de cursos extremamente técnicos e de vital importância para a indústria paulista, e o IEL, com sua experiência de 40 anos, espera auxiliar na construção de ações voltadas ao desenvolvimento de mão-de-obra altamente qualificada", destaca Romeiro.

Além da construção conjunta de programas de estágios, o convênio entre a Unifesp e o IEL prevê, ainda, bolsas educacionais, projetos de aperfeiçoamento da gestão nas empresas e programas de capacitação empresarial.

Unifesp em Diadema - A Unifesp instalou-se em Diadema em 2007 tendo como foco cursos relacionados ao meio ambiente, seguindo a vocação da região onde a universidade está instalada, no Jardim Eldorado, às margens da represa Billings, e também visando atender às necessidades do mercado de trabalho local.

Atualmente são 215 docentes e 1.330 alunos matriculados em sete cursos de Graduação: Ciências Ambientais; Ciências Biológicas; Farmácia e Bioquímica; Engenharia Química; Licenciatura Plena em Ciências, Química e Química Industrial. Também é oferecido no campus o programa de Pós-Graduação em Biologia Química desde agosto de 2010, inédito no Brasil.

Todos os anos 650 novos estudantes ingressam na Unifesp em Diadema e até 2015 eles serão cerca de três mil. Este ano deverá ter início o segundo programa de pós-graduação no campus, denominado Ciência e Tecnologia da Sustentabilidade e o programa de mestrado Ecologia e Evolução.  

Melhor universidade - Considerada pelo Índice Geral de Cursos (IGC) do MEC a melhor universidade federal do país, o Campus Unifesp de Diadema, forma no dia 26 de fevereiro sua primeira turma dos cursos de Química e Ciências Biológicas. Em três anos de funcionamento a unidade destacou-se pelas pesquisas e trabalhos realizados por seus mestres e alunos e que tiveram reconhecimento dentro e fora do país.

Entre elas o desenvolvimento de um catalisador que reduz resíduos industriais gerados na produção de biodiesel; a redescoberta de uma espécie rara de peixe no interior de Minas Gerais, o Stygichthys typhlops, que não tem olhos nem pigmentação na pele e cuja existência é um alerta para a preservação de aquíferos; e a participação de alunos, o ano passado, em evento para discutir sustentabilidade na Universidade de Tubingen, Alemanha.

fonte: Jornal ABCD Maior

Nenhum comentário: