6 de set de 2018

Fábrica de Cultura de Diadema será inaugurada em novembro



A Fábrica de Cultura de Dia­dema está finalmente perto de abrir as portas à população. Ontem (4), a Poiesis – Organização Social de Cultura (OSC) escolhida por meio de chamamento público para ser a gestora da espaço – anunciou que as primeiras atividades devem ocorrer na primeira semana de novembro.

O contrato com a OSC foi assinado no último dia 29. A entidade também será res­ponsável pela contratação do pessoal que vai trabalhar na unidade e pela aquisição de equipamentos, ins­tru­mentos, materiais, mobi­liá­rio e livros. Fará ainda as ade­quações prediais para que o espaço tenha condições de receber a população.

Segundo o cronograma di­vul­gado ontem pela Poiesis, as contratações de serviços, compras de materiais e adequações prediais começam em se­tembro, com a seleção de prestadores de serviços e fornecedores. O público poderá acompanhar o andamento da implementação pelo perfil do facebook @fabricasdecultura.

A abertura deve ocorrer na primeira semana de novembro com a inauguração da biblioteca, que terá encontros com autores, contações de histórias, oficinas e exibição de filmes, com discussões sobre temas da atualidade. Haverá ainda ati­vidades ar­tísticas diversas em parceria com grupos e artistas da cidade e o início das atividades de cessão de espaço para grupos interessados em usar a fábrica como plataforma para criação e produção.

MESMO FORMATO
A Fabrica de Cultura de Dia­dema é a 11ª unidade da rede e a primeira fora da Capital. Com mais de seis mil metros quadrados de área construída, o espaço tem o mesmo formato das dez unidades em funcionamento e vai oferecer cursos de várias linguagens artísticas, oficinas, biblioteca e workshops, entre outras atividades.

As obras tiveram início em junho de 2014 e foram concluídas em março deste ano, ao custo de R$ 16,9 mi­­lhões, investidos pelo go­verno do Estado. A prefeitura cedeu o terreno, lo­calizado na avenida Ve­rea­dor Juarez Rios, no Centro.

fonte: Diário Regional

Nenhum comentário: