16 de dez de 2014

Diadema irá entregar 200 moradias no sábado


Total de 200 famílias de áreas de risco em Diadema serão beneficiadas no sábado com a entrega  de 200 unidades habitacionais do conjunto Portinari, localizado no bairro Casa Grande. O investimento para a construção dos apartamentos, de R$ 14,4 milhões, é oriundo do governo federal, por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida.
Com a inauguração, a Prefeitura chegará ao fim de 2014 com 560 unidades entregues. No fim de novembro, 360 famílias receberam as chaves de moradias populares do conjunto Mazzaferro, também no bairro Casa Grande. O investimento foi de R$ 23,4 milhões, e, assim como o Portinari, integra o pacote de empreendimentos em parceria com o Minha Casa, Minha Vida.
Segundo o prefeito Lauro Michels (PV), a região é a que apresenta maior demanda por casas no município. “Entretanto, os conjuntos serão destinados a todos os inscritos no cadastro habitacional, mas o foco principal é sempre para o pessoal do Casa Grande.”
Apesar dos benefícios, as obras serão entregues com atraso. Em janeiro, Lauro garantiu que os 560 apartamentos seriam finalizados até o fim do primeiro semestre. O secretário municipal de Habitação, Eduardo Monteiro, foi procurado na noite de ontem pelo Diário para comentar a alteração no cronograma de construções, mas não se manifestou até o fechamento desta edição.
META
O chefe do Executivo espera chegar até o fim de seu mandato, em 2016, com aproximadamente 3.000 unidades habitacionais liberadas para famílias carentes. Os imóveis deverão atender moradores dos núcleos Beira-Rio, Nossa Senhora das Graças, Yamberê e Pau do Café. No ano passado, foram entregues 394 apartamentos, nos conjuntos Júpiter, Gema, Vera Cruz, Piraporinha 1 e Vitória. Somando as 954 famílias já contempladas, a Prefeitura ainda precisa finalizar 2.046 casas em dois anos – média de uma a cada quase três dias.
Os 200 apartamentos no conjunto Portinari têm área útil de 43 m² e possuem dois dormitórios, banheiro, sala de estar, cozinha e lavanderia. De acordo com a Prefeitura, todas as unidades já contam com piso de cerâmica e azulejos colocados. O terreno, de 7.311 m², oferece também salão de festas comunitário e guarita.
Serão oferecidas 101 vagas de estacionamento, sendo que três são reservadas para pessoas portadoras de deficiência.
fonte: Fábio Munhoz - Diário do Grande ABC

Nenhum comentário: