6 de ago de 2013

Estado confirma nova AME e duas unidades Lucy Montoro

O governo do Estado confirmou ontem a instalação de duas unidades da Rede Lucy Montoro no Grande ABC, uma em Santo André e outra em Diadema, e a abertura do terceiro AME (Ambulatório Médico de Especialidades) na região, também em Diadema.
A estimativa de investimentos é de R$ 6 milhões para todos os equipamentos, sendo R$ 1 milhão para as unidades de Diadema e R$ 5 milhões para a de Santo André, cujo prédio da Rede Lucy Montoro (especializada em tratamento para deficientes) será construído ao lado do Hospital Mário Covas, no bairro Paraíso.
O AME e a Rede Lucy Montoro na cidade gerida por Lauro Michels (PV) serão implementados no Quarteirão da Saúde, no Centro, em espaços considerados ociosos pelo Paço. A previsão é de que a inauguração aconteça no fim do ano por já haver estrutura construída e a necessidade de apenas adequar o espaço aos modelos de AME e Lucy Montoro.
Os equipamentos hospitalares estavam na pauta de requisições levadas por Lauro e pelo deputado estadual Orlando Morando (PSDB) ao secretário estadual de Saúde, Giovanni Guido Cerri, na semana passada. Também eram promessas de campanha de Lauro na eleição do ano passado.
Segundo Morando, não há estimativa de atendimentos com as unidades porque os demais centros Lucy Montoro registram oscilação no número de pacientes. “Será uma unidade padrão, mas oferecendo todo tipo de atendimento, baixa, média e alta complexidades. Além de estar muito bem localizado, próximo ao Corredor ABD e à Rodovia dos Imigrantes”, atentou o tucano. Entre as especialidades oferecidas estão oftalmologia e ortopedia.
O custeio dos equipamentos em Diadema ficará a cargo do Estado, o que não vai adicionar mais gastos à já inchada folha de investimentos em Saúde diademense. O governo diz ter despendido 32% com a Secretaria de Saúde, sendo que o mínimo constitucional é de 15%. “É um comprometimento do governador com Diadema”, opinou Lauro, que no anúncio de ontem estava ao lado de seu secretário de Saúde, José Augusto da Silva Ramos (PSDB), e de seu assessor especial Adler Kiko Teixeira (PSDB).
Outro pedido feito para Giovanni Guido Cerri na semana passada, a ampliação da UTI pediátrica e adulta do Hospital Estadual Serraria ainda não foi ratificada pelo governo do Estado. “Vamos comemorar essas conquistas primeiro, mas sei que o governador também olha com carinho pelas outras demandas”, afirmou Morando.
fonte: Raphael Rocha - DGABC 

Nenhum comentário: