9 de dez de 2008

Diadema fotografada. Em busca da independência. Há 50 anos

Ademir MediciDo Diário do Grande ABC

Carrões importados estacionados na praia de Eldorado; alunas de branco nas escadarias do sobrado a poucos metros da Praça Diadema; a Praça Diadema apinhada e com o seu chafariz inaugurado em 1956; o povo nas cercanias da Matriz num domingo festivo. Com muita felicidade, o fotógrafo que permanece anônimo documentou o cotidiano do distrito de Diadema em 1958.
Outras imagens foram tiradas। E Diadema deu a sua cartada final em busca da independência. A meta era clara: desmembrar-se da mãe São Bernardo. Para isso era preciso convencer a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo. E as fotos foram anexadas ao processo que culminou na realização de um plebiscito. Meio século atrás.


Em São Bernardo, sede, duas correntes se posicionavam: Lauro Gomes, deputado, frontalmente contrário à emancipação; Aldino Pinotti, prefeito, sem se expor, não colocava obstáculos às pretensões dos diademenses. Quem venceria essa parada?

Nenhum comentário: