20 de dez de 2017

Diadema integra plano de expansão da USCS para 2018


Prestes a completar 50 anos, a USCS (Universidade Municipal de São Caetano) está com um plano ambicioso a ser implementado no decorrer de 2018, ano do aniversário. Trata-se de amplo projeto de expansão da unidade, que prevê a instalação de mais três campus fora da sede, em Guarulhos, Barueri e Diadema. Os campi, num primeiro momento serão voltados para cursos de Medicina.
Em entrevista ao RDtv, o reitor da universidade, Marcos Bassi, afirmou que os pedidos foram protocolados nas três cidades há pouco mais de 15 dias e não houve qualquer objeção por parte dos prefeitos para implementação das unidades de ensino.
“Fui pessoalmente e conversei com os prefeitos de Guarulhos (Gustavo Henric Costa, o Guti – PSB), Diadema (Lauro Michels – PV) e Barueri (Roberto Furlan – PSDB). Trocamos um ofício dizendo que a gente quer ir e eles nos responderam que somos bem-vindos”, disse Bassi, ao revelar que as cidades foram escolhidas após realização de análise para os novos cursos.
O reitor também destacou que a proposta de expansão com as três cidades segue o modelo já desenvolvido em parceria com a Prefeitura de São Caetano, que visa crescer em conjunto com o poder público.
“Eu peguei a documentação, elaborei os três projetos e protocolei junto ao Conselho Estadual de Educação. Agora é aguardar o trâmite, imagino que deva demorar uns seis meses. Se tudo der certo, no segundo semestre do ano que vem teremos novidades”, acrescenta Bassi, que diz ter conversado com a presidente do conselho para explicar que o projeto vai gerar impacto positivo dentro das políticas públicas desenvolvidas.
Na oportunidade o docente também falou dos novos convênios assinados recentemente pela USCS com o Hospital Heliópolis e o Hospital da Força Aérea de São Paulo (HFASP), ambos importantes para os alunos de Medicina da instituição. No caso do Heliópolis o equipamento servirá para o início do internato para os estudantes.
Já na outra unidade de saúde, os estudantes do 3º e 4º anos poderão atuar juntamente com professores e preceptores nas áreas de ambulatórios, com 20 especialidades clínicas e cirúrgicas, centro de referência de saúde do trabalhador e centro de reabilitação.
A universidade também firmou convênio voltado para a área jurídica em parceria com o Ministério Público do Estado, Associação de Desenvolvimento dos Municípios do Estado (Ademesp). O acordo de cooperação técnico-institucional visa orientar, capacitar e aperfeiçoar práticas desenvolvidas por gestores municipais. “É para prefeitos e vereadores tomarem contato com o temas da administração pública”, afirma o reitor.

Outro ponto importante destacado durante a entrevista se refere a bolsas de estudo em São Caetano. Bassi (foto) afirmou que por conta do grande volume de concessões feitos pela Prefeitura, ficou difícil da gestão do prefeito José Auricchio Junior continuar com o benefício. Com isso, a partir de 2018, as bolsas deverão ser fornecidas pela universidade, que está criando um fundo de financiamento próprio para atender aos alunos. O projeto depende de aprovação por parte do conselho interno da USCS.
fonte: Repórter Diário

Nenhum comentário: