19 de abr de 2016

Empresa de cosméticos, Dudamar investe em nova unidade em Diadema


O polo de indústrias cosméticas de Diadema ganha nova fábrica neste mês. Em processo de finalização no Bairro Casa Grande, a Dudamar é uma empresa especializada na fabricação de produtos para cabelos e resolveu abrir unidade no ABCD com investimento aproximado de R$ 500 mil no aluguel do galpão de 1.300 metros quadrados, aquisição de maquinário e adaptação do espaço para receber dois laboratórios.
A vinda da fábrica ocorreu em processo de transferência da empresa Garden, em Mogi das Cruzes, para a sede em Guarulhos. De acordo com o sócio-proprietário da indústria, Luis Carlos Marcelis, a localização de Diadema e as facilidades logísticas atraíram a abertura de uma nova empresa que continuasse atendendo à Felps Profissional, principal revendedora da fabricação.
“O rendimento da Garden em Mogi das Cruzes não atendia aos planos de custos e resolvemos manter apenas a unidade em Guarulhos, mas seguimos com investimentos para atender nossa revendedora e até ampliar a capacidade produtiva com foco no mercado externo, que valoriza muito as linhas profissionais de cabelo brasileiras de alta qualidade”, afirmou.
O executivo apontou países cotados para receber os produtos da linha Felps que serão produzidos em Diadema, como Arábia Saudita, Bélgica e Costa Rica. Com o câmbio favorável às exportações, o setor enxerga oportunidades para aumentar as vendas. Para atender essa demanda, a Dudamar passará a produzir até 450 toneladas de produtos, quantidade três vezes superior à da unidade de Mogi das Cruzes, encerrada no final do ano passado.

EXPANSÃO

Com o início da produção, a empresa terá oito tipos de produtos para cabelos, com expectativa de aumentar para 20 a quantidade nos próximos seis meses. “Há total capacidade para expandir o portfólio, porque as barreiras logísticas e os custos atrelados não existem, já que diversos fornecedores de embalagens e componentes utilizados na produção são de Diadema e praticamente vizinhos”, disse Teodoro Malta Campos, diretor de negócios da Felps.
Com a abertura da empresa serão contratados inicialmente cerca de 30 trabalhadores. O efetivo deve ser duplicado após os quatro primeiros meses de atuação na cidade, conforme avaliou Marcelis.

DIVERSIDADE

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema, Jorge Bialli, o setor de cosméticos está consolidado na cidade e deve ser potencializado para criar alternativas às autopeças, que sofrem diretamente com a queda das vendas automotivas.
“Atualmente, as empresas de cosméticos representam 6% do faturamento do município, o que é pouco ainda, mas demonstra a necessidade de desenvolver outros setores produtivos para a cidade não sofrer tantos impactos com a perda de demanda em empresas que atendem ao setor automotivo”, avaliou. O secretário aponta que neste semestre outra empresa cosmética deve se instalar na cidade, mas o processo ainda não está formalizado.
fonte: ABCD MAIOR

Um comentário:

Nei ieN disse...

Ótimo + empregos!