18 de ago de 2015

Aluno de Diadema é ouro em Olimpíada profissional

Gomes: “sou capaz de coisas muito grandes” - Foto: Miguel Ângelo/Divulgação/CNI


DIADEMA – Um estudante de Diadema é o melhor caldeireiro do mundo. Daniel de Oliveira Gomes, 20 anos, conquistou a medalha de ouro em sua modalidade e ajudou o Brasil a sagrar-se campeão, pela primeira vez, do World­Skills, considerada a Olimpíada de formação profissional.
Formado em Caldeiraria pe­lo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) Manuel Garcia Filho, de Diadema, em 2011, Gomes venceu a etapa estadual em 2013 e, desde então, recebe ajuda de custo do Senai apenas para treinar e se aprimorar tecnicamente para a competição. O estudante venceu a etapa nacional em 2014 e, durante a competição mundial, encerrada no último domingo (16), enfrentou estudantes de oito países, que desenvolveram o projeto de um aquecedor.
“Muitas vezes, durante a preparação, cheguei a duvidar do meu potencial. Porém, quando você está lá ao lado de um chinês, um coreano, fazendo o mesmo que você e per­cebe que seu padrão de qualidade é igual ou melhor que o deles, é muito gratificante. Essa conquista me fez perceber que sou capaz de coisas mui­to grandes”, disse Gomes.
Também formado em Eletromecânica, Gomes pre­tende trabalhar na área de metalurgia, mas não no chão de fábrica. “É uma área da qual gosto muito, mas quero me aprofundar na parte tecnológica, mais refinada, do processo”, disse o estudante, que cursou o primeiro ano de engenharia mecânica, mas “trancou” a matrícula para se dedicar exclusivamente à competição.
Resultado inédito
Composta por 50 estudantes do Senai e seis do Serviço Nacional de Aprendizagem Co­mercial (Senac), a delegação brasileira levou 11 medalhas de ouro, dez de prata e seis de bronze. A equipe também recebeu 18 certificados de excelência, equivalentes à quarta colocação.
Em sua 43ª edição, a maior da história, o World­Skills foi realizado no Pavilhão de Exposições do Anhem­bi. Participaram cerca de 1.200 competidores de 62 países. É a primeira vez que a competição foi realizada em um país da América Latina.
fonte: Anderson Amaral - DIÁRIO REGIONAL

Nenhum comentário: