24 de jan de 2014

Trufer arremata mais de 13 mil carcaças de veículos


A Trufer, empresa associada ao Instituto Nacional das Empresas de Sucata Ferrosa (Inesfa), foi a vencedora do leilão do primeiro lote de veículos apreendidos e custodiados nos pátios da capital paulista, realizado no último dia 16, na sede do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap), na zona oeste de São Paulo. A empresa arrematou a primeira remessa formada por 13.400 carcaças de veículos, pelo valor de R$ 809 mil. Ao todo, sete empresas participaram da disputa. O material leiloado está guardado no Pátio Santo Amaro, da Polícia Federal e aguarda liberação para ser transportado para a sede da Trufer, localizada em Diadema, na Grande São Paulo.

A iniciativa do leilão partiu da Secretaria da Segurança Pública, que recebeu autorização da Justiça em maio de 2013. A medida visa destruir um total de cerca de 45 mil veículos apreendidos que estão nos pátios da capital paulista. Muitos deles estão lá por conta da falta de regularização dos proprietários. Após o leilão vencido pela Trufer, será feito o transporte das carcaças, que passam por um processo de descontaminação, destruição e compactação de todas as peças, que futuramente serão recicladas. A sucata ferrosa é uma das principais matérias-primas usadas na fabricação de aço. Esse processo levará até 180 dias. “Tudo é feito por equipamentos de última geração, que processam o material sem nenhum tipo de contaminação, e transformam em sucata que será vendida às usinas siderúrgicas”, afirma Marcos Fonseca, presidente do Inesfa.

Os veículos em desuso são importantes fontes para o mercado do comércio atacadista de sucata ferrosa. Grande parte do material de um carro pode ser aproveitado e reciclado pelas empresas recicladoras, que
geram emprego e renda de forma direta e indireta para aproximadamente 1,5 milhão de pessoas no país, entre catadores, cooperativas, microempresários e empresas de pequeno e médio porte que atuam na coleta, triagem, beneficiamento e venda de materiais recicláveis. Atualmente, as associadas do Inesfa representam 47% de todo o volume de sucata ferrosa preparada e comercializada no Brasil para fins siderúrgicos e de fundição. Destas, quase que 90% possuem sede no Estado de São Paulo, com filiais espalhadas em todo o território nacional.

O Inesfa defende há vários anos a criação de políticas de incentivo à reciclagem da sucata ferrosa, como é o caso da renovação da frota nacional de veículos automotores em desuso. Com vasta experiência, as empresas associadas do Inesfa possuem máquinas de última geração que processam o material ferroso de forma rápida, segura e ambientalmente correta, sendo totalmente capacitadas para atuar na reciclagem de veículos e comercializá-los para fins siderúrgicos e fundições. Atualmente, apenas 1,5% de toda a frota é reciclada no país, mas com uma política definida é possível fomentar o setor de sucata ferrosa, contribuindo para preservação do meio ambiente e estimular a reciclagem de veículos no Brasil.


fonte:  Segs.com.br-Portal Nacional

Nenhum comentário: