31 de jan de 2014

Diadema terá usina para reciclagem de entulho

Diadema será a primeira cidade do Grande ABC a contar com uma usina pública para reciclagem de resíduos provenientes da construção civil.
Por meio de articulação do deputado estadual Orlando Morando (PSDB), o município governado por Lauro Michels (PV) receberá R$ 350 mil do Fecop (Fundo Estadual de Prevenção e Controle de Poluição) para compra do equipamento.
Morando esteve ontem no gabinete de Lauro para entregar o ofício assinado pelo secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas (PSDB), que autoriza a liberação do recurso. No fim do ano passado, o parlamentar também conseguiu junto à Pasta, um veículo modelo Palio Weekend para fiscalização ambiental em Diadema.
“Temos um grave problema na região, que é o entulho jogado nas vias públicas. Muitas vezes as pessoas não têm condições de alugar uma caçamba”, ponderou o parlamentar. Segundo ele, a usina tem capacidade para moer de 15 a 45 toneladas de entulho por hora.
“Outro aspecto importante é que o material reciclado é 100% reutilizável. Serve para cascalhar ruas, fazer guia (de calçada), sarjeta, boca de lobo, bloco. É um equipamento multiuso”, destacou Morando.
O equipamento de reciclagem será instalado no DLU (Departamento de Limpeza Urbana), setor vinculado à Secretaria de Obras de Diadema. “Gera economia, limpeza e transforma o entulho para investimento para a cidade”, disse Lauro.
O chefe do Executivo afirmou que será lançada campanha para incentivar o munícipe a não descartar entulho nas vias públicas.
“Vamos implementar uma nova cultura no município, ressaltando que só pode ser encaminhado entulho. Discutiremos como será feito esse trabalho, mas com certeza será de modo que fique mais barato ao morador”, assegurou o verde.
Com essa iniciativa, Lauro espera diminuir o descarte dos detritos em qualquer via pública. Para incentivar a participação popular no programa, o prefeito ressalta que o foco principal do projeto serão as pessoas de baixa renda, que realizam pequenas reformas nas casas.
Além de Diadema, Rio Grande da Serra também poderá contar com a usina pública de reciclagem de entulho. Orlando Morando fez pedido do equipamento para recuperação de detritos para a cidade administrada por Gabriel Maranhão (PSDB). Mas ele reconhece que o caso é mais complexo por que Rio Grande está localizada em área de proteção ambiental.
fonte: Rogério Santos -  Diário do Grande ABC

Nenhum comentário: