20 de out de 2013

ÁGUA SANTA GOLEIA E ABRE VANTAGEM PARA O JOGO DE VOLTA, EM MATÃO

Água Santa e Matonense realizaram o jogo de ida das finais do Campeonato Paulista da Segunda Divisão neste domingo (20/10) e o Água Santa conseguiu golear pelo placar de 5 a 2. O empate dará o título ao Água Santa na partida de volta, em Matão, no próximo domingo (27/10). Vitória por quatro gols dará o título ao time da Matonense. A equipe de Diadema entrou em campo com o acesso já garantido para a Série A-3 do Campeonato Paulista.

A Matonense iniciou a partida tentando pressionar e buscando criar chances de gol. O Água Santa buscava mostrar força no campo de ataque. Os dois times investiam no ataque, mas ninguém exibia claramente um domínio do campo de jogo. Aos 16 minutos, o Água Santa teve pênalti marcado a seu favor e Rafael Mineiro bateu para abrir o placar.

O time da casa se arriscava mais no ataque e tinha mais posse de bola. A equipe de Matão tentava reagir e buscava criar chances de gol. João Gabriel bateu falta aos 29 e a bola foi direto para as mãos do goleiro Diego Saci.  O time visitante insistiu e conseguiu o empate aos 35, no chute cruzado de João Gabriel,  que Diego Saci não conseguiu defender.

O restante do primeiro tempo foi marcado pela pressão das duas equipes atrás do gol e pela movimentação em campo.

Segundo tempo - No começo do segundo tempo, a Matonense virou o placar com Jackson, que recebeu na entrada da área e bateu forte para fazer o gol. O Água Santa não se entregou e empatou logo depois, com Rafael Martins, que venceu a marcação para finalizar. A bola bateu em Tales antes dela entrar dentro do gol.

A segunda etapa seguia equilibrada e os dois times buscavam arriscar ao gol. Aos 14, o Água Santa voltou à dianteira do placar no cruzamento da direita que Danilo completou de cabeça para o gol.

Com a desvantagem no placar, a Matonense partiu para o ataque e passou a pressionar atrás do empate. O Água Santa continuava se arriscando e ditando o ritmo de jogo.
O Água Santa chegou ao quarto gol aos 38 minutos, em jogada de velocidade que terminou no chute de Marcelinho que Tales não conseguiu defender.

A Matonense pressionou nos minutos finais e Michel teve a chance de frente para o gol, mas Diego Saci defendeu. O Água Santa respondeu e fez o quinto aos 48, com Marcelinho.
O jogo de volta entre Água Santa e Matonense pelas finais do Paulista da Segunda Divisão 2013 será no próximo domingo (27/10), às 10h, no estádio Dr. Hudson Buck Ferreira, em Matão.
Retrospecto - Para os donos da casa, que disputaram uma competição profissional pela primeira vez, a final é inédita. Os números das equipes representaram o alto nível do duelo. A Matonense entrou em campo com a melhor campanha com 18 vitórias, seis empates e quatro derrotas. Já o Água Santa vinha de perder as mesmas quatro partidas, mas havia vencido duas a menos que o time de Matão.

Outro fator a se destacar são os gols marcados, sendo que o time de Matão havia balançado as redes 65 vezes no torneio, enquanto o time de Diadema havia anotado 61 gols. Nos gols sofridos, porém, a diferença era maior. O primeiro sofreu apenas 19 gols em 28 jogos (média 0,68). O segundo, por sua vez, teve sua meta vazada em 34 oportunidades.

Mandante neste domingo, o Água Santa pisou o campo do Baetão com um aproveitamento de 76,2% jogando em casa. Em toda campanha, a Matonense vinha de um aproveitamento de 66% jogando como visitante.

Acesso - Paulo Sirqueira, presidente do Água Santa, estava ansioso pela vitória antes do início da partida. “Espero que possamos vencer, pois é a primeira partida da decisão. Apesar de já termos conquistado nosso primeiro objetivo, que era o acesso, temos que buscar o título para consagrar a campanha realizada”, disse, revelando a emoção do jogo. “Não consigo descrever em palavras o quanto está sendo emocionante. É como ver um filho aprendendo a andar no primeiro ano de vida”, expressou.

O presidente ainda demonstrou total respeito pelo adversário. “Sei que a Matonense é uma equipe que já esteve na primeira divisão, e temos que respeitá-los muito. Mas estamos muito confiantes e focados”, elogiou, ao destacar a presença da fanática torcida.

Ficha Técnica
Água Santa 5 x 2 Matonense
Local: Estádio do Baetão, São Bernardo;
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima;
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Francisco Reginaldo Moreira;
Quarto Árbitro: Roberval José de Oliveira;


Água Santa: Diego Saci; Julio César, Cícero, Lucas e Assolan; Bruno Sacomani, Sigmar, Rafael Mineiro e Ricardinho; Danilo e Rafael Martins.
Técnico: Márcio Ribeiro.

Matonense: Tales; Dener, Guilherme, Nando e Julio Lopes; Devisson, Jackson, Diego e João Gabriel; Ray e Thauan
Técnico: Luiz Carlos Ferreira.

Gols: Rafael Mineiro (AGS) aos 17, João Gabriel (MAT) aos 35 do primeiro tempo, Jackson (MAT) aos 2, Rafael Martins (AGS) aos 3, Danilo (AGS) aos 14, Marcelinho (AGS) aos 38, 48 do segundo tempo.

fonte: ABCD MAIOR

Nenhum comentário: