2 de ago de 2013

ABC poderá ter unidade da Rede Lucy Montoro

Unidades serão instaladas em áreas ociosas do Quarteirão da Saúde - Foto: DR
Unidades serão instaladas em áreas ociosas do Quarteirão da Saúde – Foto: DR
Diadema poderá receber unidades da Rede de Reabilitação Lucy Montoro e do Ambulatório Médico de Especialidades (AME) ainda este ano, ambas no Quarteirão da Saúde. O ofício de solicitação foi entregue ontem (01) ao secretário estadual de Saúde, Giovanni Guido, pelo prefeito Lauro Michels (PV), juntamente com o secretário municipal de Saúde, José Augusto da Silva Ramos (PSDB) e do deputado estadual Orlando Morando (PSDB). Com a novidade Diadema será a primeira cidade do ABC a possuir um centro de tratamento da rede Lucy Montoro.
“Deixamos nossas reivindicações para a região, não só para Diadema”, afirmou Michels. O prefeito apresentou dados sobre as necessidades do município, alegando que, conforme o estudo, Diadema recebe cerca de 30% dos moradores da zona sul de São Paulo em seu sistema de saúde. “Somando chega a 3 milhões de pessoas que a cidade acaba atendendo”, informou Michels.
Na reunião também foi discutido o aumento do número de vagas da Unidade de Terapia Intensiva Infantil (UTI) do Hospital Estadual Serraria. “São três demandas importantes. A região precisa do apoio do Estado. Vou apresentar as solicitações ao governador”, declarou Guido. O secretário prometeu levar o documento para Geraldo Alckmin (PSDB) ainda esta semana.
“Com esta reunião avançamos muito na questão. Agora só falta a autorização do governador”, comentou Morando.Segundo o deputado, o projeto visa utilizar as áreas ociosas dentro do Quarteirão, o que torna a instalação dos centros mais viável. “O gasto será do Estado e como não precisará de construção de nada, apenas da adaptação do espaço, esse gasto será menor que o normal”, completou Morando, que acredita que com a facilidade de implementação os serviços podem começar a funcionar ainda este ano. Michels prefere ser prudente e aguardar o sinal de Alckmin. “Pedimos porque foi algo que o governador prometeu para a cidade ainda na campanha eleitoral. Agora é só aguardar a decisão”, ponderou o prefeito.
Qualidade de vida
A Rede de Reabilitação Lucy Montoro foi criada em 2008, regulamentada em 2010, pelo governo do Estado. O objetivo principal do centro é propiciar qualidade de vida a pessoa com deficiência. O governo estadual estima que essas unidades, quando totalmente implementadas, terão capacidade de aproximadamente 300 mil atendimentos por mês. Até o momento, existe projeto de instalação da rede somente em Santo André, mas sem data definida. Já as AMEs visam prestar serviços ambulatoriais de média complexidade .
“Só falta o governador bater o martelo. E isso não vai demorar. O projeto é muito consistente e bastante viável”, pontuou o deputado. Já a proposta de ampliação das vagas infantis de UTI no Hospital do Serraria elevaria de 20 para 40 os leitos disponíveis no local. “No entanto, este projeto ainda precisa de avaliação, com ele o repasse do Estado será aumentado”, explicou Morando.
fonte:   - DIÁRIO REGIONAL

Nenhum comentário: