6 de jul de 2013

Para 2014, Diadema prevê orçamento de R$ 1,1 bilhão

DIADEMA – Com um cenário financeiro preocupante, a Prefeitura de Diadema espera ter orçamento de R$ 1,09 bilhão para o próximo ano. Na penúltima sessão antes do recesso parlamentar de julho, hoje (4), a Câmara deve aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que prevê aumento de 3,9% nos gastos do próximo ano se comparados à previsão orçamentária do exercício vigente, estimada em R$ 1,05 bilhão. Além disso, a proposta prevê também inflação de 5% com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). “A LDO 2014 inicia novo momento para essa administração, pois serão inaugurados novos eixos temáticos com desafios para o ciclo que compreende o quadriênio 2014/17. 
Consideramos ainda algumas medidas para a retomada do crescimento das receitas próprias, que viabilizarão, no médio prazo, aumento na capacidade de investimento local. Para que isso aconteça, utilizaremos instrumentos, como o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) que foi lançado março”, disse o prefeito Lauro Michels (PV), em justificativa enviada à Câmara.
O programa previa o parcelamento das dívidas tributárias municipais em atraso em até nove vezes na primeira fase, que terminou no fim de junho. Segundo o prefeito, a adesão nessa fase ficou abaixo da estimativa prevista da administração, mas vai ajudar a realizar o pagamento do reajuste de 6,87% concedido, em abril, aos servidores públicos na cidade. “Na primeira fase, conseguimos R$ 34 milhões dos R$ 37 milhões que prevíamos. Porém, o valor arrecadado é um avanço e vai ajudar a pagar o reajuste dos funcionários públicos, que vai custar R$ 30 milhões este ano”, afirmou Michels.
fonte: FERNANDO VALENSOELA - DIÁRIO REGIONAL

Nenhum comentário: