11 de jul de 2013

FUNCIONÁRIOS DA SANED FARÃO MANIFESTAÇÃO CONTRA SABESP


Em meio às manifestações marcadas para esta quinta-feira (11/07), organizadas pelas centrais sindicais, os trabalhadores da Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) prometem realizar um ato contra a eventual proposta da Prefeitura de extinguir a autarquia municipal para entregar a operação dos serviços à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). 

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), um grupo de trabalhadores e movimentos sociais da cidade devem realizar uma passeata em direção à Saned, a partir das 6h30. “A informação que temos é de que o prefeito Lauro Michels (PV) está querendo entregar a Saned para a Sabesp. Mas o povo não vai aceitar esta perda social, iremos para o enfrentamento”, exclamou Maninho.

O petista diz que o protesto tem motivação na suposta intenção da Administração em enterrar o projeto de lei que criaria a CAED (Companhia de Água e Esgoto de Diadema), para resolver uma dívida do município com a Sabesp estimado em R$ 1 bilhão. 

O texto está na pauta do Legislativo, mas sua votação tem sido protelada a pedido do governo. Isso porque a autarquia estadual teria declinado da fusão com a Saned com a formação da empresa mista, com o objetivo de ter 100% da operação dos serviços.

O líder de governo, vereador José Dourado (PSDB), diz que a Prefeitura não quer extinguir a Saned, mas observa que a dívida cobrada pela Justiça pode comprometer as negociações. “Na verdade não há intenção do governo municipal em passar 100% da Saned para a Sabesp. Mas talvez seriamos obrigados a isso, por causa dessa dívida gigantesca.


fonte:  Rodrigo Bruder - ABCD MAIOR

Nenhum comentário: