18 de jul de 2013

Diadema também terá Fundação Casa em 2014

A presidente da Fundação Casa, Berenice Gianella, afirmou na tarde de ontem que a região ganhará um novo centro de recuperação de menores infratores já no próximo ano. De acordo, com Berenice, a nova unidade será construída em Diadema, na avenida Antônio Piranga, 1.500, Diadema, às margens da Rodovia dos Imigrantes.  A declaração foi concedida no evento de inauguração dos dois novos centros construídos, na Vila Guiomar, em Santo André, realizado ontem às 11.
“Já temos o terreno definido e a autorização para que as obras sejam iniciadas, provavelmente ainda neste mês. Tudo deve ficar pronto em cerca de 10 meses”, afirmou a presidente da instituição, que confirmou que a nova unidade seguirá os padrões da inaugurada ontem, com vagas para até 64  internos, e que será erguida ao lado de um centro  de semiliberdade que já atende à cidade.
Segundo Berenice, a construção de centros na região metropolitana de São Paulo auxilia na descentralização do atendimento socioeducativo proposto pelo governo estadual e ajuda  na recuperação dos jovens. “O menor tem a chance de ficar mais perto de casa e do contato com os familiares, o que é muito importante para a sua recuperação”, definiu.
temor / Preocupados com possíveis fugas  e com a desvalorização dos imóveis, os vizinhos da nova unidade de Santo André foram unânimes ao demonstrar descontentamento.
“O valos das nossas casas vai cair muito”, pontuou a inspetora de qualidade, Solange Hone.
Já a auxiliar de enfermagem Geise Araújo se mostrou preocupada com a segurança. “Acho que poderia ter sido construída em uma região menos residencial”, declarou.
Dos internos oriundos do ABCD, 20% são do município
De acordo com informações repassadas pela Fundação Casa, dos 431 jovens oriundos das cidades   do ABCD que hoje estão em um dos 148 centros de recuperação localizados em todo estado, 90 são da cidade de Diadema, ou seja,  20% do total.

Os números só não são maiores que os apresentados por São Bernardo, com 123 internos (28,54%), e por Mauá, com 121 menores infratores (28,07%), municípios que possuem maior número de habitantes, e  que, portanto, possuem uma proporcionalidade menor que Diadema, além de também já possuírem unidades da Fundação.

Segundo a mesma pesquisa, entre os crimes que motivaram o encaminhamento dos jovens aos centros de recuperação, o roubo qualificado, com 194 ocorrências, 45% do total, e o tráfico de drogas, com 179 casos (41%), foram  de longe os mais praticados pelos infratores.

Dos 431 menores, 156 possuem 17 anos, 36% do total, outros 106 possuem 16 anos (24%), e 81 já completaram 18 (18%).
MAIS
ProximidadeDe acordo com a Fundação Casa, a construção de centros de recuperação em cidades da região metropolitana auxilia no contato dos menores com suas respectivas famílias. 

EssencialEsta participação dos parentes  é vista como fundamental para a recuperação dos jovens.
431 é o número de menores do ABCD internados atualmente nas unidades da Fundação Casa
CapacidadeO número inicial de vagas nas unidades da Fundação Casa no ABCD é de 56 internos. No entanto, decisão judicial prevê que em casos de necessidade esta condição pode ser elevada em 15%. É o que acontece nos centros de São Bernardo e Mauá.
fonte: MARCELO MELO / SANTO ANDRÉ - Rede Bom Dia 

Nenhum comentário: