10 de jul de 2013

ÁGUA SANTA TEM, COM SOBRAS, A MELHOR MÉDIA DE PÚBLICO DA 2ª DIVISÃO


 
Torcida do Água Santa lota o Inamar em todos os jogos. Foto: Adonis Guerra
Torcida do Água Santa lota o Inamar em todos os jogos. Foto: Adonis Guerra
 

Se torcida vencesse campeonatos, o Água Santa já seria o campeão antecipado da Segunda Divisão do Paulista. O time de Diadema tem a melhor média de público do Estadual, com 4.777 pessoas por jogo, o dobro do segundo colocado na lista, a Matonense – que leva, em média, 2.368 torcedores. O levantamento foi feito pelo site Jogo Limpo, especializado em notícias sobre futebol.


A notícia não surpreende porque o Netuno conseguiu lotar o Inamar – que comporta cinco mil pessoas – em todas as partidas e, por algumas vezes, sua torcida foi maioria nos duelos realizados fora de Diadema. A primeira rodada do torneio, que também marcou a estreia do Água no futebol profissional, se deu em um Baetão (São Bernardo) com mais de mil apaixonados pelo clube que surgiu no futebol amador. Outro fato que colabora para essa superioridade é que a Segunda Divisão, tradicionalmente, não é jogada com estádios cheios – expediente raro até na divisão de elite. Em um jogo em casa, por exemplo, a equipe de Diadema carregou mais torcedores que os demais rivais do ABCD em todas as partidas na condição de mandantes.

Em entrevista recente ao ABCD Maior, o presidente do Água Santa, Paulo Sirqueira, negou que a diretoria compra e distribui ingressos para os fãs, rebatendo posição de outros dirigentes. Sirqueira disse que dá, sim, mil bilhetes para duas torcidas organizadas, mas acrescenta que o restante é vendido. Por isso, ainda de acordo com o cartola, o Netuno não fica no “vermelho” quando exerce o papel de anfitrião. No fim das contas, os gastos e as faturas ficam no empate, cenário distinto em relação ao CAD (Clube Atlético Diadema), EC São Bernardo e Mauaense, que pagam para fazer um jogo de futebol.

Mais números

Em quatro duelos no Inamar, o Água arrastou um total de 19.109 torcedores, de acordo com o Jogo Limpo, contra 7.106 Matonense. O EC São Bernardo, que é o 12º na lista, não passou dos 1.864. Os números foram contabilizados até a sétima rodada, ou seja, não foram somados os dados do reinício da competição após a parada para a disputa da Copa das Confederações.

Mais populares e “sem torcida”

O Água Santa estreou há pouco tempo no profissional, mas já se coloca ao lado do São Bernardo Futebol Clube no rol dos times de futebol mais populares do ABCD. O Tigre teve uma das melhores médias de público da Série A-1 do Campeonato Paulista desta temporada, com pouco mais de 10 mil pagantes, ficando acima do Palmeiras. Logo abaixo deles vem o Santo André, que dificilmente passa da marca dos dois mil no momento atual.

O clube dos “sem torcida”, no entanto, engloba quatro equipes: São Caetano, CAD (Clube Atlético Diadema), EC São Bernardo e Mauaense. Os dois primeiros são mais novos e, na teoria, tem espaço para conquistar mais público. Já o Bernô é um dos mais antigos da Região e perdeu muito espaço para o Tigre.

fonte: Antonio Kurazumi - ABCD MAIOR

Nenhum comentário: