15 de nov de 2012

Diadema recebe R$ 6 milhões para saneamento


A  Companhia de Saneamento de Diadema (Saned) recebeu do governo federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 2, mais de R$ 6 milhões para financiar a elaboração de três projetos executivos e a construção de uma obra de grande porte na região Sul.
Considerados ações preparatórias para planejamento da obra, dois dos projetos executivos aprovados são focados no aumento dos índices de coleta e tratamento de esgoto. Um deles estabelecerá as condições técnicas para implementação de aproximadamente 10 quilômetros de redes coletoras nos fundos de vale (pontos mais baixos de um relevo acidentado), distribuídos por toda a cidade. O investimento previsto soma aproximadamente R$ 450 mil.
“Nossa meta é buscar a universalização da coleta e tratamento, e esses projetos serão muito importantes para que o objetivo seja alcançado. Serão analisadas todas as residências, caso a caso, para identificar o tipo de intervenção em cada uma delas”, afirmou a gerente de Desenvolvimento e Projetos da Saned, Carla Brevilieri.
O segundo projeto planejará a implementação do coletor-tronco Couros, que deverá ter uma extensão de sete quilômetros, saindo do bairro Inamar e se juntando ao coletor-tronco Curral Grande, no final do Corredor ABD.  Essa tubulação de grande porte conduzirá os esgotos coletados nas regiões Sul, Leste, e Oeste de Diadema para a Estação de Tratamento de Esgotos ABC. A estimativa de custo é de cerca de R$ 1 milhão.
Voltado à melhoria do sistema de abastecimento, o terceiro projeto executivo abordará a microsetorização de redes de água. Diadema possui três grandes setores de abastecimento — Eldorado, Nações e Real. O projeto definirá uma subdivisão desses setores de fornecimento de água. O valor investido está estimado em R$ 1,4 milhão. “São projetos complexos, que devem levar cerca de 18 meses para serem concluídos”, avaliou Carla.
A Saned entregará, em dezembro próximo, o novo reservatório Eldorado. Porém, para acompanhar o crescimento populacional, iniciará, em 2013, a instalação de um segundo reservatório, localizado também na Avenida Nossa Senhora dos Navegantes. Com a conclusão desta obra, cujo orçamento prevê a soma de R$ 3,5 milhões, a reservação da água totalizará 10 milhões de litros e beneficiará diretamente 60 mil moradores nos bairros Inamar e Eldorado.
Novos pleitos
Além dos investimentos já conquistados, a Saned pleiteia junto ao governo federal cerca de R$ 98 milhões do PAC. Os recursos, se concedidos, vão financiar, na modalidade “esgotamento sanitário”, a construção do coletor-tronco Couros; implemenção de redes coletoras e estações elevatórias de esgoto; interligação das redes aos coletores-tronco. Na modalidade “abastecimento de água”, a companhia propõe implementar a setorização hidráulica no reservatório do Parque Real; redes de distribuição de água no setor do reservatório Nações; substituição de redes secundárias em toda a cidade e de redes de fibrocimento em Piraporinha e Centro.
fonte: ALINE MELO - DIÁRIO REGIOMAL

Nenhum comentário: