12 de ago de 2012

Empresas anunciam investimentos em plantas em Diadema


Bresciani afirmou que o investimento é importante para a cidade. Foto: Rodrigo Pinto
Bresciani afirmou que o investimento é importante para a cidade. Foto: Rodrigo Pinto
 

A empresa japonesa Yaskawa Elétrico do Brasil e o grupo Artecola anunciaram nesta semana investimentos em novas plantas na cidade. A companhia japonesa está se instalando em Diadema e a Artecola ampliando a planta local. Ambas desenvolvem produtos com alta tecnologia e inovação. A localização estratégica do município, às margens da Imigrantes, Rodoanel e próxima da Capital, é um dos fatores que atrai cada vez mais empresas para o município.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Luis Paulo Bresciani, afirmou que até o final de 2012 outras empresas desse mesmo nível também  se instalarão na cidade.


“Insistimos que é necessário ter empresas que criem e desenvolvam produtos, não só as que montam e confeccionam. Estamos alinhados à perspectiva do governo federal que é o de atrair companhias que desenvolvam o conhecimento aqui. Não queremos mais ser um país apertador de parafuso. Atrelado a essas empresas estão profissionais mais qualificados e com a remuneração melhor. Só investindo em inovação poderemos nos destacar no mercado competitivo”, afirmou o secretário.


A japonesa Yaskawa está há 90 anos no mercado e há 40 no Brasil. É fabricante de equipamentos de automação industrial de alta tecnologia.  A empresa atuava na Capital e em São Bernardo, mas optou em unir as duas plantas em um espaço moderno e de fácil localização. O novo endereço da empresa é na avenida Piraporinha, 777.


 “A proximidade com a Capital, porto de Santos, o Rodoanel e a facilidade de locomoção dos funcionários pelo trólebus foram os fatores determinantes para escolhermos Diadema. O município tem um espaço geográfico favorável. Aqui vamos desenvolver os projetos dos nossos equipamentos”, afirmou o diretor da Yaskawa do Brasil, José Luiz Rubinato. Ao todo, a Yaskawa tem 10 mil metros quadrados e emprega 140 funcionários. A perspectiva de investimento até 2018 é de R$ 30 milhões.

Alta tecnologia
Já o grupo brasileiro Artecola, do Rio Grande do Sul, já instalado no Jardim Casa Grande, em Diadema há alguns anos, resolveu ampliar a planta e ter um novo centro de distribuição. “O grupo desenvolve produtos com alta tecnologia para diversos setores como o da construção civil, e já estuda ampliar a empresa ainda mais no município por conta da facilidade de logística”,afirmou Bresciani.


A Artecola foi fundada em 1948 com uma pequena fábrica de tintas e cola, e hoje já é uma multinacional que fabrica diversos itens como colas, adesivos, silicones, laminados especiais. O novo  prédio, que atende a marca Afix da empresa,  recebeu investimento de R$ 2 milhões e se localiza ao lado da fábrica.


“Até o final do ano temos a perspectiva da instalação de outras empresas no município. Porém, os nomes ainda são sigilosos”, afirmou Bresciani.


fonte: Michelly Ciryllo - ABCD MAIOR

Nenhum comentário: