10 de out de 2011

Qualidade de vida no topo das prioridades da prefeitura

Diadema - A Prefeitura de Diadema acaba de assinar um convênio com o Programa de Subsídio Habitação de Interesse Social (PSH), do governo federal, para dar continuidade ao projeto de melhoria da habitação no município. Com a assinatura do convênio, serão beneficiadas 120 famílias do Núcleo Habitacional 15 de julho, no bairro Casa Grande, com o programa Tá Bonito.

O evento, que contou com a presença do prefeito de Diadema, Mário Reali, e do secretário de Habitação, Márcio Vale, vai permitir o investimento de cerca de R$ 9 mil por família na requalificação das unidades habitacionais, totalizando R$ 1,08 milhão. Os recursos serão geridos pela Cobansa e a fiscalização da obra será realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Habitação.

A requalificação das moradias envolve a colocação de telhado, revestimento, e pintura, entre outras intervenções que favorecem, além do aspecto visual, a melhoria de ventilação e iluminação das casas. Dessa forma, os moradores ganham melhores condições habitacionais e de salubridade. Além da melhoria das casas o investimento envolve a regularização fundiária do Núcleo Habitacional 15 de Julho. As obras começaram no início de outubro.

"Minha Casa, Minha Vida" 

Outro tema discutido em Diadema na semana foi a ampliação do programa do Governo Federal "Minha Casa, Minha vida". A reunião aconteceu entre a Secretaria de Habitação e moradores de núcleos habitacionais do município. Outra novidade anunciada pelo Município de Diadema teve relação com a melhoria e qualidade de vida para a terceira idade. No final de setembro, a cidade lançou o Plano Municipal de Promoção do Envelhecimento Saudável e Ativo de Diadema.

A proposta visa a estabelecer políticas integradas para atender pessoas idosas, dar visibilidade às atividades já existentes e construir novas ações para contemplar essa camada da população. O objetivo geral é melhorar a qualidade de vida, a independência e autonomia da pessoa idosa de Diadema.

De acordo com o Censo do IBGE 2010, hoje o município de Diadema tem 29.867 pessoas acima dos 60 anos, ou 7,74% de uma população de 386.089 habitantes. Deste número, 17.813 são mulheres e 13.191 são homens.

Além da apresentação das ações do Plano Municipal de Promoção do Envelhecimento Saudável e Ativo de Diadema pela assistente da Secretaria de Assistência Social e Cidadania, Lilian Cabrera, o evento também teve a presença de palestrantes especialistas sobre envelhecimento. São eles: a médica sanitarista, da Secretaria de Vigilância a Saúde do Ministério da Saúde, doutora Déborah Carvalho Malta; a fisioterapeuta e presidente do Departamento de Gerontologia da Sociedade Brasileira de Gerontologia e Geriatria, doutora Claudia Fló; e a professora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo e pesquisadora do Laboratório de Percepção Corporal e Movimento, doutora Marília Velardi.

A secretária de Saúde de Diadema, Aparecida Linhares Pimenta, fez a coordenação da mesa-redonda: Promoção do Envelhecimento Saudável. Na abertura da programação haverá uma apresentação Cultural com os alunos da oficina Etiqueta e Postura, do Centro de Convivência da Melhor Idade (CCMI).

O Brasil passa por um acelerado processo de envelhecimento. De 1940 a 2004, a expectativa de vida do brasileiro aumentou 60%, passando de 45,5 para 71,7 anos. Hoje 18 milhões de pessoas estão acima dos 60 anos, o que já representa 12% da população do País. Para 2050, a expectativa é de que existirão mais idosos que crianças abaixo de 15 anos. Cuidados com a saúde, melhor alimentação, erradicação de doenças são alguns dos fatores de aumento da longevidade.



fonte: DCI

Nenhum comentário: