25 de out de 2011

DIADEMA REVITALIZA POLO DE COSMÉTICOS



Ao menos 90 empresas fazem parte do setor na cidade
Ao menos 90 empresas fazem parte do setor na cidade
 
Medidas visam impulsionar a cadeia de cosméticos e resgatar os empregos perdidos 

Parcerias, cursos específicos, além do apoio da Prefeitura estão previstos para revitalizar o Polo de Cosméticos de Diadema, que perdeu força e pelo menos 5% dos postos de trabalho das empresas do setor nos últimos dois anos.

O prefeito Mario Reali afirmou que o segmento é muito importante para o desenvolvimento do município. “Quando foi criado, pequenos produtores tiveram força para se desenvolver e muitos empregos foram criados. Nós temos as indústrias, a vontade de crescer e, por isso, estamos fomentando novamente o polo, disse Reali.”

O empresário Silvestre de Resende, diretor da Valmari, está no ramo há 31 anos e foi um dos diretores do polo. “Estamos retomando as parcerias porque foram essenciais para o desenvolvimento da associação. Depois que tentamos caminhar sem os apoios, perdemos forças e a união. Estamos formando parceria também com o Sebrae, Senai, entre outros.”

“Há dois anos, a cadeia era formada por 11 mil trabalhadores, acreditamos que em breve vamos recuperar os 5% dos postos de trabalho perdidos nos últimos dois anos. Recentemente promovemos cursos junto com a Abihpec (a associação nacional) e ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial). Investindo em formação, vamos alavancar o grupo de empresas”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Solange Ferrarezi  Zanetta.

O curso de produção de cosméticos da Fatec (Faculdade de Tecnologia) previsto para o segundo semestre de 2012 também foi desenvolvido para atender a demanda de profissionais do município.

O professor Angelo Cortelazzo, coordenador de Ensino Superior de Graduação Fatec afirmou que a montagem da grade teve auxílio de empresa do setor. “O curso irá capacitar a mão de obra local e vamos ter quatro plantas pilotos de produção de materiais sólidos como lápis e batom, fluidos, pastosos e voláteis”, explicou.

HistóriaCerca de 50 empresas fabricam cosméticos em Diadema, e outras 40 participam da cadeia produtiva com o fornecimento de embalagens e matéria prima. A ideia de criar uma associação entre as empresas do setor nasceu na administração do então prefeito, José de Fillippi Jr. Com o incentivo do poder público, a expectativa era que as indústrias crescessem e gerassem mais empregos e negócios na cidade. Em 2004 foi criado o Polo que ajudou a fortalecer as empresas. Porém, a perda do apoio da Prefeitura e saída de algumas empresas da associação o enfraqueceu.

fonte: Michelly Cyrillo - ABCD MAIOR

Michelly Cyrillo

Nenhum comentário: