21 de ago de 2011

Comércio de Diadema se fortalece e novas lojas chegam à cidade

O setor do comércio em Diadema está em pleno período de expansão. Em menos de quatro meses a cidade ganhou duas grandes lojas que atuam no mercado de confecções, calçados e acessórios voltados para o público masculino, feminino e infantil.  O primeiro estabelecimento fica na área central da cidade, trata-se da Eskala, uma rede que começou em São Paulo em 1974 e hoje conta com 36 lojas pelo Brasil. O segundo é a Sandry Fashion que está localizada na principal rua de comércio do bairro Eldorado e opera com 10 lojas espalhadas por regiões da Capital Paulista, Grande São Paulo e Litoral.

Inaugurado no dia 24 de junho passado, a Sandry funciona em prédio com dois pavimentos distribuídos em 600 metros quadrados de área construída. Segundo o supervisor geral da rede, Adalberto Alves, a escolha por Diadema é uma aposta de mercado que tem tudo para dar certo. “Nossa loja é diferenciada porque trabalhamos com produtos de qualidade para público de bairro. Diadema é uma cidade em crescimento e será a porta de entrada da rede no ABC, diz. O supervisor informa ainda que o grupo planeja  novos negócios e que até o final do ano mais quatro lojas deverão entrar em funcionamento.

Comércio Forte - Nos últimos dez anos, seguindo tendência de outras cidades do ABC, Diadema começou a receber empreendimentos comerciais de grande porte e marcas conhecidas. Bandeiras como Mc Donald’s, Tenda Atacado e supermercados Extra, Carrefour e Wal Mart fincaram suas raízes no município acirrando a disputa pelo público consumidor. Também chegaram as redes da construção civil como Dicico e Center Castilho e o Shopping Praça da Moça, primeiro centro de compras do município, com mais de 150 lojas e sete cinemas. Com o shopping vieram marcas conhecidas do grande público  como lojas Riachuelo, C&A , Marisa, Americanas e Magazine Luiza, entre outras.

Dados da Prefeitura revelam que o aumento do número de estabelecimentos comerciais no município foi significativo nos últimos tempos. Entre 2007 e 2008 surgiram em Diadema 130 novos negócios, 2009 fechou com 457 e em  2010 foram implantados 729 novos comércios.  Atualmente a cidade conta com 7.248 comércios e o setor é o terceiro que mais gera trabalho.

No primeiro semestre de 2011, segundo dados do Centro Público de Emprego Trabalho e Renda (CPETR), o saldo das contratações no município foi de 1.558 empregos, sendo 413 deles absorvidos pelo comércio. Só perdeu para o primeiro colocado, o setor de serviços, com 857 contratações.

Outra maneira de aferir o crescimento do setor foi a pesquisa realizada pelo Consórcio Intermunicipal do Grande ABC em parceria com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) . Ela aponta que em junho passado o setor que mais gerou emprego na Região do Grande ABCD foi o comércio, 15 mil contratações, alta de 8,2% em relação a maio de 2011.

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho de Diadema o comércio no município se fortalece a cada ano que passa. Ela afirma que as ações realizadas pela Prefeitura em conjunção  com os empresários e o crescimento do consumo no País deram ao comércio local visibilidade e competitividade.

“Primeiro veio o projeto Mudando de Cara que melhorou o paisagismo dos centros dos bairros e atraiu novos empreendimentos e depois o projeto Bom Negócio que despertou nos comerciantes a necessidade de mudar as fachadas das lojas, atender bem o cliente e tomar mais conhecimentos sobre gestão”, diz .

A secretária chama atenção para o quanto Diadema ainda pode crescer e afirma que se o empreendedor pesquisar e descobrir novos nichos desse mercado muitas áreas ainda poderão ser exploradas. “Diadema tem público consumidor forte e o momento de crescimento que a cidade vive abrirá novas possibilidades de negócio e trabalho”, revela.



fonte: Iara S. Luz - P.M.D.

Nenhum comentário: