30 de jul de 2011

União vai liberar R$ 5,4 mi para construção de 12 UBSs


Quatro cidades do Grande ABC foram escolhidas pelo Ministério da Saúde para receber 12 novas Unidades Básicas de Saúde com a verba do Programa de Aceleração do Crescimento 2, do governo federal. O montante é de R$ 5,4 milhões e será enviado até o fim do ano, em três parcelas. As novas unidades estão inseridas no Programa Brasil Sem Miséria.
Para a escolha, foram analisados pelo Ministério de Desenvolvimento Social os indicadores de saúde, econômicos, sociais e sanitários de cada município.
São Bernardo terá cinco novas unidades e receberá o maior recurso, de R$ 2,6 milhões. As construções serão nos bairros Areião, Montanhão, Rudge Ramos e Batistini. A última localidade ainda não foi definida pela Prefeitura. Duas delas vão substituir unidades existentes e já estão em obras, casos das UBSs do Rudge Ramos e Batistini. As demais estão em fase de elaboração de projeto.
Santo André terá três unidades novas na Vila Sacadura Cabral, Jardim Alzira Franco e Jardim Santo André (Cruzado). As duas últimas já estão em processo de licitação.
Em Mauá, o investimento será o mesmo. No entanto, a Prefeitura não informou os endereços das três unidades financiadas pela União. O valor estimado do repasse será de cerca de R$ 1,3 milhão, assim como para a administração andreense. Por último, Diadema poderá contar com um novo posto de Saúde na Vila Paulina, no bairro Eldorado. A atual unidade será substituída. O gasto para a construção será de aproximadamente R$ 266 mil.
A proposta das UBSs é prestar assistência integral aos usuários, desenvolvendo atividades não só de promoção e atenção à Saúde, como também procedimentos ambulatoriais em casos de urgência que não necessitem de especialistas.
Na Grande São Paulo serão levantadas 84 unidades em 19 municípios, com investimento previsto de R$ 32,4 milhões.
fonte: 

Maíra Sanches
Do Diário do Grande ABC

Nenhum comentário: