11 de jul de 2011

JAZZ SINFÔNICA ENCANTA PÚBLICO NA SUÍÇA

Banda Jazz de Diadema arrancou pedidos de bis da plateia na Suíça. Foto: Divulgação
Banda Jazz de Diadema arrancou pedidos de bis da plateia na Suíça. Foto: Divulgação
 
Em dois dias de shows, 2 mil pessoas conferiram as apresentações da Banda brasileira

A chuva não desanimou o público que compareceu neste domingo (10/07) às apresentações da 45ª edição do Montreux Jazz Festival, no palco do Parc Vernex, na Suíça. Na ocasião, a Banda Jazz Sinfônica de Diadema apresentou um repertório de 13 músicas repletas de solos, arranjos e improvisos de diversos músicos da banda que arrancou aplausos e pedidos de bis da plateia.

Para o maestro Todd Murphy, ser convidado para tocar no Festival de Montreux é motivo de realização profissional e pessoal. “Toquei aqui em 1988, como estudante de música, e hoje, venho como maestro e diretor artístico da Banda Jazz de Diadema. Estar aqui é um reconhecimento de um trabalho que a gente vem realizando ao longo destes 10 anos de existência da Banda”, diz Murphy.

A Banda se apresentou também no sábado (09/07), em dia dedicado especialmente à música brasileira, que contou com apresentações de artistas renomados no Brasil, como as cantoras Maria Gadu, Ana Carolina e Maria Rita, que tocaram no Auditorium Stravinski, outro complexo preparado para shows durante o Festival. Ao final do espetáculo daquele dia, o público aplaudiu em pé a apresentação da música “Aquarela do Brasil”, do compositor Ary Barroso.

Ao longo dos dois dias de shows, cerca de duas mil pessoas puderam conferir as apresentações da Banda brasileira que tocou o repertório Brazzilidades, elaborado especialmente em homenagem aos artistas Hermeto Pascoal, Moacir Santos e Egberto Gismonti. Além de músicas como De Bahia ao Ceará, Candango, Kamba, Palhaço e Frevo, a Jazz Sinfônica de Diadema ainda tocou composições do trombonista Raul de Souza, do poeta carioca Noel Rosa e de compositores que são referencia para Banda, como Charles Mingus e John Coltrane.

A participação da Banda no 45º Montreux Jazz Festival conta com o patrocínio da empresa Vale Fertilizantes.

Banda Jazz - Com dez anos de formação, a Banda Jazz Sinfônica de Diadema é conhecida pelo repertório variado, com músicas de compositores clássicos e populares. Com arranjos modernos e criativos, o trabalho da Banda assemelha-se ao das formações tradicionais das Big Bands norte-americanas dos anos 1940.

A peculiaridade do som fica por conta de uma seção de madeira, caracteristicamente sinfônica – fagote, oboé, clarinete, flautas (2) e trompa –, somada aos saxofones (5), trompetes (4), trombones (4), além de uma sessão rítmica com piano, guitarra, baixo, bateria, tímpanos/vibrafone e percussão.  No total, a Banda é composta por 26 músicos.

Ao longo da sua história, a Jazz Sinfônica já participou de uma série de eventos dentro e fora de São Paulo, acompanhando vários instrumentistas renomados, como os trombonistas Raul de Souza e ItacyrBocato Jr, o pianista Arthur Moreira Lima, Chico Oliveira, Fabiana Cozza e Vânia Bastos, entre outros nomes de peso da música nacional.

fonte: JORNAL ABCD MAIOR

Nenhum comentário: