18 de jun de 2011

GENDAI está chegando em Diadema!

BREVEMENTE O SHOPPING PRAÇA DA MOÇA CONTARÁ COM  LOJA DA GENDAI CULINÁRIA JAPONESA NO LUGAR ONDE ERA ROCKABILLY BURGER.


 DIADEMA1


6 comentários:

Anônimo disse...

Mais uma que vai fechar em pouco tempo. Deveria abrir uma JABAI (Comida Nordestina).

Anônimo disse...

Esse Rockabilly era horrivel, ta indo tarde.. aliás não vejo a hora do burguer king abrir!

Anônimo disse...

Não concordo, Rockabilly é pouco conhecido e isso dificulta muito as vendas . Se fechasse o Bob´s, Habbibs ou op Mac Donalds, até concordaria; porém esse fest food não me admira em nada.
Comida japonesa atrairá muita curiosidade em Diadema e experimentando e gostando-se está feita a freguesia.
Tem tudo para dar certo, embora eu não goste da culinária japonesa.

Anônimo disse...

São coisas diferentes, uma coisa é a comida ser ruim e outra é ser pouco conhecido. Quando digo que era ruim falo da comida mesmo independente se é conhecido ou não se vende pouco ou muito se tem comercial no horario do JN ou não. Fui uma vez nele,apesar de não ter ninguem na fila o lanche demorou muito e o gosto estava pessimo, joguei metade fora, tanto eu como um amigo. Agora quanto a comida japonesa acho interessante, apesar de não ser muito fan acho que sera muito bom para quem gosta.

Anônimo disse...

Ih, pelos comentários acima, com certeza essa Gendai já era. O povo de Diadema não sabe nem o que é comida, e ainda mais japonesa!!!! Deveria abrir uma Casa do Norte, com jabá, caldo de mocotó, buxada, sarapatel, ai sim o negócio ira ferver......

Anônimo disse...

Mas que comentário mais esdrúxulo este acima, quem já viajou para o Nordeste pode presenciar Europeus e Americanos se empanturrando de comer pratos típicos da cozinha nordestina. Pior do que gente preconceituosa é gente pouco viajada e que valoriza só o estrangeiro, ainda que estes estrangeitos quando chegam ao Brasil experimentam e aprovam nossa culinária.
Detalhe, não sou e não tenho raízes nordestinas, mas este é o meu povo e não permitirei que sejam depreciados. Mais respeito ou caia fora de Diadema e se possível do Brasil.