1 de fev de 2011

DIADEMA INVESTE EM NOVAS UNIDADES DE SAÚDE


UBS ABC, no Jardim ABC, deve ser inaugurada até o fim do semestre. Foto: Divulgação
UBS ABC, no Jardim ABC, deve ser inaugurada até o fim do semestre. Foto: Divulgação
 
Futura UPA ajudará a desafogar atendimentos em Prontos-Atendimentos


Diadema está investindo R$ 6,4 milhões na construção de três novos equipamentos de saúde para a cidade e na reforma de uma UBS (Unidade Básica de Saúde). O objetivo da ação é ampliar os espaços para humanizar os atendimentos para a população, além de oferecer novos serviços.


O novo prédio da UBS ABC, no Jardim ABC, Taboão, está em fase de acabamento, e deverá ser inaugurado até o final do semestre. A nova unidade tem três pavimentos e 1.200 m² de área construída e foi erguida em frente à atual UBS existente.

A unidade contará com 11 salas de atendimento à população, entre consultórios, farmácia, locais para vacinação, inalação e medicação. Além do acesso para os usuários e ambulância, a unidade conta com instalação de elevadores e rampa de acesso para a acessibilidade de idosos e pessoas com mobilidade reduzida.

De acordo com a coordenadora de atenção básica do município, Fátima Livorato, com os novos espaços, além de melhorar a qualidade do trabalho para os profissionais de saúde e atendimento para pacientes, “haverá a possibilidade de oferecer atividades físicas e aulas de liancun”, exemplificou Fátima, fazendo referência à técnica chinesa de alongamento. Para a construção da nova UBS estão sendo investidos R$ 1 milhão do Tesouro e aporte de R$ 500 mil do governo federal.

Além da UBS ABC, o município está investindo R$ 350 mil na reforma da unidade Paineiras e outros R$ 2,6 milhões serão utilizados para a construção do Complexo Campanário, que prevê a construção de uma creche e uma UBS, que abrigará a atual unidade Maria Tereza.

Fátima destacou que outro projeto é realizar ações junto à população para que problemas de baixa complexidade sejam resolvidos em UBSs, e não levados para os Prontos-Atendimentos. “Somente nos PAs do Paineiras e Eldorado foram registrados aproximadamente 100 mil atendimentos. A ideia, que será implantada em longo prazo, é mudar a cultura da população de procurar sempre os serviços 24 horas e optar pelas UBSs”, disse.


UPA – Também tiveram início as obras de construção da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Paineiras, que conta com recursos de do governo federal em torno de R$ 1,5 milhão e R$ 500 mil para compra de equipamentos. Serão cinco consultórios, 10 leitos de observação, salas para coleta de exames, inalação, raio X, sala de emergência, classificação de risco, entre outras dependências.
 
A coordenadora destacou que, com a unidade em funcionamento, será possível desafogar os PAs do Hospital Municipal e do Quarteirão da Saúde. “Antes corria o risco de haver transferências. Com a unidade os pacientes poderão passar pelo período de recuperação, após pequenas intervenções, sem precisar de remoções”, salientou.


fonte: Vladimir Ribeiro - JORNAL ABCD maior

Um comentário:

Anônimo disse...

Não adianta criar 500 UBS se não há médicos e profissionais treinados e bem remunerados. Vejam o que acontece no Quarterão da Saude.