19 de nov de 2010

Governo divulga lista de cidades que receberão verbas do PAC 2


O governo federal divugou nesta quarta-feira, por meio do Diário Oficial da União, a lista de cidades que receberão verbas do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento 2).
Confira a lista aqui
Ao todo, são 1.258 obras e projetos, que somam R$ 11,8 bilhões de recursos da União e R$ 5,46 bilhões de financiamento com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), totalizando R$ 17,25 bilhões.
Entre os municípios beneficiados no Estado de São Paulo estão Bauru, Catanduva, Diadema, Jundiaí, Marília, Santo André, São Bernardo do Campo, São José dos Campos, São José do Rio Preto,  Sorocaba e Taubaté (veja ao final os projetos e obras previstos para cada uma dessas cidades).
Esta é a primeira seleção de empreendimentos de infraestrutura do PAC 2, realizado por meio de parcerias entre governo federal, prefeituras e governos estaduais, e corresponde a aproximadamente metade dos recursos disponíveis.
Foram selecionados obras e projetos de urbanização de assentamentos precários, abastecimento de água, esgotamento sanitário, saneamento integrado, drenagem urbana, contenção de encostas e pavimentação e de qualificação de vias urbanas (Com informações da Agência Brasil).
Confira os projetos e obras da sua cidade:
Bauru 
Urbanização - Jardim Marise

Catanduva
Perfuração de poço profundo, no aquífero Guarani, e aquisição de equipamentos hidráulicos e elétricos necessários à captação da referida vazão.

Elaboração de projetos executivos das bacias de amortecimento de águas pluviais na micro-bacia hidrográfica do Ribeirão São Domingos, previstas através de estudos de macrodrenagem urbana, incorporados no Plano Diretor.
Diadema 
Elaboração de projeto executivo de microsetorização de redes de água.

Canalização em canal aberto do Córrego Canhema.
Canalização de Córregos e/ou retificação de Córregos, pavimentação, calçadas, calçamento, guias, sarjetas.
Elaboração de estudos e projetos para urbanização - Complexo Marilene.
Urbanização - Gazuza, Mem de Sá, Piratininga I e II, Nações, União 1B, Santo Ivo, Vila Popular, D. João VI, Fazendinha, Vila Modelo e Rua do Mar.
Urbanização - Núcleo Joquei Carapeba.
Jundiaí 
Elaboração de estudos e projetos para urbanização - Núcleo de Submoradias do Jardim São Camilo.

Urbanização - bairro Jardim São Camilo - 1ª etapa.
Marília 
Implantação do SES em Marília - Rede Coletora, EE, e ETE.

Santo André 
Obras de contenção de encostas em área de risco.

Canalização e/ou retificação do Córrego Gaixaya.
Elaboração de estudos e projetos para urbanização - Núcleo Pintassilgo.
Urbanização - núcleos Pedro Homérico e Homero Thon e produção habitacional no conjunto Guaratinguetá Urbanização.
Urbanização - núcleo Nova Centreville e produção habitacional no conjunto Juquiá.
São Bernardo do Campo
Obras de contenção de encostas em áreas de risco.

Implantação de reservatório de detenção, galeria fechada e microdrenagem.
Reservatório de amortecimento de cheias -RC-7-Pindorama, com canal de restituição e canal de jusante.
Implantação de bacia de detenção, estações elevatórias, incluindo ampliações e reforma, canalização do córrego Ipiranga e ampilação do sistema de microdrenagem.
Execução de canalização do córrego Capuava e Ribeirão dos Meninos e ampliação de travessias.
Execução de canalização no córrego Pindorama.
Elaboração de estudos e projetos para urbanização - assentamento Montanhão.
Urbanização - assentamentos Capelinha e Cocaia Urbanização.
Urbanização - Complexo Jardim Silvina Audi.
Urbanização - Novo Parque, Vila feliz, Vila Canarinho, Rua dos Vianas, Vila Vanguarda, Ilha Luis Pequini e Nucleo da Vila Amazonas às margens dos córrgos Colina e Saracant.
São José dos Campos
Obras de contenção de talude marginal em áreas de risco na Vila Cristina.

São José do Rio Preto
Implantação de reservatórios de amortecimento, microdrenagem e duplicação de galerias na bacia do Córrego Borá.

Implantação de reservatórios de amortecimento, microdrenagem na bacia do Córrego Canela.
Sorocaba 
Reservatório de amortecimento de cheias (100%) no Córrego Água Vermelha.

Elaboração de estudos e projetos para urbanização - assentamento São Bento II.
Taubaté
Elaboração de estudos e projetos para o sistema de tratamento e disposição final do lodo produzido pela ETA II e regularização ambiental no município.


Agência BOM DIA

Um comentário:

Anônimo disse...

eu acho que o municipio acerta quando investe em saneamento, mas erra quando não faz o básico, manutenção de praças públicas, além disso falta investimento em infraestrutura.