16 de dez de 2008

Diadema é 36ª cidade no ranking dos 100 maiores PIBs do país

O Globo Online

SÃO PAULO - A capital paulista mantém a liderança com 12,26% da riqueza do país, mas entre 2002 e 2005 foi Barueri, na Grande São Paulo, a cidade que mais aumentou sua fatia no Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Das 100 cidades brasileiras com maior PIB, 32 estão no estado de São Paulo.

Entre os municípios paulistas, Barueri só perde para a própria capital, graças basicamente ao aumento do setor de serviços e intermediação financeira. Sua posição no ranking nacional saltou da 8ª para a 15ª entre 2002 e 2005. O crescimento fez o município ultrapassar Guarulhos, a segunda maior cidade paulista em tamanho de população. No ranking do PIB nacional, Guarulhos ficou em terceiro lugar.

Também ficaram para trás municípios industrializados como São Bernardo do Campo, no ABC paulista, e São José dos Campos, no Vale do Paraíba.

Mas é possível também olhar os números sob outro ângulo. No ranking de PIB per capita, as duas cidades paulistas mais bem colocadas no ranking nacional são Paulínia, conhecida por conta das grandes refinarias de petróleo, e a pequena Ouroeste, a 620 km de São Paulo, à beira do Rio Grande.

Ouro no oeste

Ouroeste tem apenas 7 mil habitantes e está a 620 km da capital paulista. Sua fonte de renda está na Usina Água Vermelha, a mais importante da empresa AES Tietê. Instalada a 80 km da confluência com o Rio Parnaíba, a usina produzir energia para a região que mais consome energia elétrica em todo país, o Sudeste. A energia gerada pelo turbilhão de águas do Rio Grande abastece, principalmente, a Grande São Paulo.

- A usina representa 80% da nossa receita, com o ICMS. O restante vem de plantações de milho, soja e algodão - afirma James Emílio Scapim, chefe de gabinete do prefeito Nelson Pinhel, que está em seu terceiro mandato, mas não consecutivo.

Scapim afirma que a cidade tem boa condição de vida. Além de pacata, tem hospital próprio (municipal) e a Prefeitura dá aos estudantes R$ 280 a título de bolsa de estudo para pagar faculdade em cidades vizinhas. Diariamente, 11 ônibus da Prefeitura seguem cheios de alunos para as salas de aulas de faculdades de Fernandópolis, Votuporanga e Jales, as mais próximas dali.

O nome Ouroeste vem da combinação de ouro, que define o valor de suas terras produtivas, com Noroeste, o ponto cardeal que identifica a sua localização geográfica no estado de São Paulo

Veja as cidades paulistas mais bem colocadas no ranking (% do PIB nacional).

1º São Paulo- 12,26%

8º Barueri- 1,04%

10º Guarulhos- 1,01%

11º Campinas- 0,96%

13º São Bernardo do Campo- 0,91%

14º Osasco - 0,85

16º São J. dos Campos - 0,80%

22º Santo André - 0,53%

25º Jundiaí- 0,47%

26º Ribeirão Preto- 0,47%

31º Sorocaba- 0,43%

33º Santos- 0,41%

35º São C. do Sul- 0,37%

36º Diadema- 0,34%

45º Paulínia- 0,30%

52º Piracicaba- 0,27%

55º Cubatão- 0,25%

59º São J. do Rio Preto- 0,24%

62º Mauá- 0,23%

66º Taubaté- 0,22%

64º Sumaré- 0,23%

70º Mogi das Cruzes- 0,21%

76º Bauru- 0,19%

88º Cotia- 0,16%

89º Jacareí- 0,16%

90º Indaiatuba- 0,16%

91º Matão- 0,15%

92º Rio Claro- 0,15%

94º Taboão da Serra- 0,14%

95º Jaguariúna- 0,14%

96º Franca- 0,14%

99º São Carlos- 0,14%

Nenhum comentário: