8 de nov de 2008

Unifesp terá quatro laboratórios em prédio cedido pela Prefeitura

Fabiana Chiachiri
Do Diário do Grande ABC


A partir de 2009, os alunos do campus de Diadema da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) terão mais quatro laboratórios e refeitório na Edap (Escola Diadema de Administração Pública). O aumento de estrutura só será possível porque a Prefeitura cedeu à instituição parte do prédio da Fundação Florestan Fernandes, na Vila Conceição. Com isso, as salas de aula serão transferidas.

Nos três andares que serão ocupados pela Unifesp funcionam hoje oito salas de aula, a parte administrativa e a secretaria da Fundação. Com a mudança, estes espaços serão removidos para onde hoje funciona a Guarda Municipal, que até o fim deste mês passa a ocupar nova sede no Parque Pousada dos Jesuítas.

Como muitos cursos da Fundação são descentralizados - acontecem em centros comunitários, sindicatos e associações de bairros - foi possível o empréstimo sem prejuízo para o atendimento à população.

A notícia trouxe esperança aos estudantes, que paralisaram as aulas no fim de setembro para reivindicar a criação de novos laboratórios didáticos e de pesquisa, além de um restaurante. "Pelo menos teremos mais espaço. Ficará bem melhor", diz Caio Vinícius de Matos, 19 anos, aluno de Farmácia e Bioquímica.

A cessão será de cinco anos, com direito à renovação, de acordo com as cláusulas contratuais, ou até que fique pronto o campus Morungaba, no bairro Eldorado. À Unifesp caberão a administração e o oferecimento de cursos de graduação e técnicos de nível médio, além do repasse ao município de recursos financeiros necessários à execução das obras de adaptação do imóvel.

Considerada a melhor instituição brasileira de Ensino Superior pelo Ministério da Educação, a Unifesp ainda não possui sede própria em Diadema para abrigar os 400 estudantes dos quatro cursos oferecidos na cidade (Farmácia e Bioquímica, Engenharia Química, Química e Ciências Biológicas).

Nenhum comentário: