4 de out de 2008

Subida de Reali aponta 1º turno

sábado, 4 de outubro de 2008, 11:00





Subida de Reali aponta 1º turno

Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

O candidato do PT à Prefeitura de Diadema, Mário Reali, aparece, na quarta rodada da pesquisa Diário/Ibope, com 58% dos votos válidos. O índice pode garantir a vitória do petista já no primeiro turno, apesar de estar no limite da margem de erro. O tucano José Augusto da Silva Ramos - que pode amargar a terceira derrota consecutiva para o PT - tem 37%. Ricardo Yoshio (PMN) aparece com 5%.

Vladimir Trombini Campos, o Vladão (PCB), não foi citado.
Na estimulada, o petista registrou crescimento de seis pontos percentuais em relação ao levantamento publicado no último dia 25, e saltou de 47% para 53%. José Augusto teve oscilação negativa de um ponto e aparece com 34% das intenções de voto. Yoshio manteve os 4% e Vladão, que tinha 1%, agora não pontuou.

Foram ouvidos 504 eleitores entre os dias 1º e 2 de outubro. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada na 222ª Zona Eleitoral de Diadema, sob o nº 13/2008.

Assim como na terceira rodada, o crescimento de Reali ocorreu justamente entre os eleitores indecisos, que baixou de 9%, na semana passada, para 5%. O índice dos que indicaram branco ou nulo manteve-se em 4%.

Na espontânea, o deputado estadual do PT também apresentou crescimento significativo. Na última pesquisa, Reali aparecia com 33%, e, agora, tem 43%. O também parlamentar do PSDB oscilou positivamente dois pontos percentuais e registra 27%, ante os 25% do levantamento anterior. Yoshio manteve os 2% e Vladão continuou sem pontuar.

No questionamento sobre quem deverá vencer a eleição, independentemente do voto do eleitor, o prefeiturável governista manteve a tendência de subida. Ele pulou de 58% para 65%. José Augusto subiu de 23% para 26%. Ricardo Yoshio foi citado por 1% dos eleitore

Prefeiturável cresce em todos os setores

O prefeiturável do PT apresenta melhora significativa em todos os segmentos listados pela pesquisa. Entre o eleitorado masculino, o crescimento é de cinco pontos percentuais - tem 53% -, enquanto que José Augusto registra queda de seis pontos, e agora tem 32%.
Reali também apresenta a mesma ascensão entre as mulheres e, na pesquisa, conta com 52%. Neste quesito, o tucano tem 35%.

No segmento da faixa etária, o governista de Diadema pulou de 49% para 58% entre os eleitores de 16 a 29 anos. No mesmo setor, o candidato do PSDB caiu seis pontos e tem, agora, 28%. Entre os com mais de 50 anos, o crescimento de Reali foi de sete pontos.

Em escolaridade, o petista saltou de 39% para 49% entre os que disseram ter cursado até a 4ª série do Ensino Fundamental. Entre os com ensinos Médio e Fundamental, Reali cresceu cinco pontos e agora tem 57%. Neste segmento, José Augusto aparece com 31%.

SEGUNDO TURNO - Reali também ampliou a vantagem para José Augusto, em possível cenário de segundo turno entre os dois. O petista oscilou positivamente três pontos percentuais em relação à terceira rodada e agora conta com 54%. Já o tucano caiu três pontos e registra 35%, ante os 38% do levantamento anterior.

Brancos e nulos somaram 6%, contra os 3% da última pesquisa. Entre os que não souberam ou não responderam, a queda foi de um ponto e agora o índice é de 6%.

REJEIÇÃO - Vladão perdeu a liderança do ranking da rejeição para José Augusto. Há uma semana, 28% dos entrevistados disserram que não votariam de jeito nenhum no candidato do PSDB. No levantamento atual, o índice é de 33%.

O candidato do PCB, que na semana passada tinha 34%, agora conta 31%.

Reali subiu um ponto percentual neste quesito e agora conta com 22%, o que o deixa na terceira colocação deste segmento. Ricardo Yoshio foi quem mais caiu nesta faixa:

o candidato do PMN baixou de 24% para 17% em uma semana. Apenas 4% disseram que poderiam votar em todos os candidatos, ante os 12% da pesquisa anterior.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ainda bem que não acredito em pesquisas de opinião, são sempre feitas por pessoas interessadas em influenciar os indecisos, os de pouco entendimento politico, que geralmente se unem ao candidato que é eleito pelos institutos de pesquisa antes mesmo das urnas. Esse blog é prova cabal disso. Infelismente o candidato do PSDB não anima a ninguem, mas manter uma adminstração que prometeu inumeras obras e intervenções e não cumpriu, na minha opinião chega a ser lamentável. Vem aí uma enchorrada de novas Secretárias, para manter as do atual prefeito e abrigar a do "futuro". Fica meu lamento, fica minha frustração. Não de apoio ao PSDB, mas de repúdio a continuidade. Claro que muitos estão iludidos com a permanência do volume de investimentos Federais em Diadema, o que de fato me atrai, porém sabe-se que para essa prosperidade continuar, as variáveis Marta Suplicy e Luíz Marinho precisam perder esse pleito, caso contrário nossa humilde Diadema será sem dúvida esquecida.
É um ponto de vista que defendo, sem entretanto apesar das inclinações pedir votos ao candidato do PSDB. Creio que estamos a pé, no que tange a politica em nossa cidade.
Grato!!!