23 de set de 2008

Filas na inauguração do Magazine Luiza na região

Vivian Costa
Do Diario do Grande ABC

Multidão. Correria. Fila. Esse foi o resultado do primeiro dia de inauguração das lojas da rede Magazine Luiza na região. O Diário percorreu as cinco cidades (Diadema, Santo André, São Bernardo, São Caetano e Mauá) para conferir.

A população que estava tão ansiosa pela abertura das lojas enfrentou fila e tumulto para conseguir comprar. Tanto que alguns produtos como panela de pressão, faqueiro de 42 peças e rádio CD acabaram logo.

Para controlar a curiosidade e os ânimos de consumo, os gerentes resolveram controlar a entrada para evitar tumulto e garantir a segurança de seus clientes.

Para Anderson Correa, gerente regional que estava na loja de São Caetano o controle de fluxo é necessário para a segurança dos clientes. "Em meia hora a entrada estava controlada", afirma.

Na opinião de Correa, as pessoas compareceram nas lojas para matarem a curiosidade. A aposentada Lukia Kermogenes, que mora na Vila Alpina é uma delas. Ela foi a loja para conhecer e comprou travesseiros e uma máquina de costura.

Na unidade de Diadema a panela de pressão e o faqueiro acabaram em uma hora. Mesmo assim, muitas pessoas ainda chegavam atrás de novas peças. A dona de casa Daiana de Nascimento foi conferir as promoções e aproveitou para comprar a panela de pressão e um jogo de sobremesa.

Rosana da Silva e sua cunhada Adriana Alves de Brito também compareceram na inauguração da loja de São Bernardo para conhecerem as promoções e compraram por impulso. "O preço da panela de pressão está muito bom, por isso, vamos levar cinco. Depois vejo o que faço com tantas, acho que vou acabar dando de presente", explica.

Segundo Washigton Lemes, gerente regional de São Paulo que estava na unidade de São Bernardo dando apoio, disse que as ofertas no folheto vão durar a semana toda, mas que todo dia terão novas ofertas.

Odete da Paixão e a filha Lílian Silva afirmam que demoraram 15 minutos para entrar na loja de São Bernardo. "Vim para comprar uma geladeira, mas os preços de eletrodomésticos não estão tão bons. Por isso, acabei comprando outras coisas", explicou Lílian.

Na loja de Mauá o que chamou a atenção foi a entrada. Mais organizada, as pessoas faziam fila para atravessar a porta de entrada. Segundo Ronaldo Gomes, a equipe tinha uma grande expectativa na inauguração. "Eu tenho 15 anos de empresa. Comecei na cidade de Ribeirão Preto, fui para Curitiba e agora estou aqui em Mauá", diz.

Na loja de Santo André o movimento é igual às outras. Margareth Maroti aproveitou e comprou um berço. "Aqui consegui economizar R$ 150", afirma.

ALMATEP - A Almatep, empresa de tecnologia em construções e especializada em construção civil para a indústria, logística e o varejo, é responsável pelas obras de expansão de quatro unidades da região: Mauá, São Bernardo, Santo André e São Caetano. Segundo Lauro Malheiros Seixas, diretor-presidente da empresa, o projeto das quatro lojas, custou cerca de R$ 4 milhões de investimentos.

Nenhum comentário: