30 de ago de 2008

GCM de Diadema muda para nova base em setembro

18/08/2008 - SEGURANÇA

Por: Karen Marchetti (karen@abcdmaior.com.br)





Empresários do Shopping Praça da Moça constróem nova sede no Parque dos Jesuítas

Depois de seis meses de funcionamento num espaço temporário, a GCM (Guarda Civil Municipal) de Diadema deverá mudar em setembro para nova base da corporação. A sede definitiva fica na-rua Vitalina Caiaffa Esquível , n.4071, no Parque dos Jesuítas, região central da cidade. A previsão é da secretária de Defesa Social, Regina Miki.

A antiga base da GCM era localizada num terreno de 3,4 mil m² na rua Graciosa; a área foi vendida para o grupo de empresários do Shopping Praça da Moça, a Empreendi, para a ampliação do complexo de compras.

O terreno custou cerca de R$ 1,8 milhão para empresa, e será pago por meio de permuta. A Empreendi iniciou as obras da base definitiva da corporação em fevereiro e o prazo de conclusão de era cinco meses. "Não sei o motivo do atraso, pois quem ficou responsável foi o shopping, mas toda obra atrasa. O novo espaço é o mais adequado para corporação", avaliou a secretária.

Regina Miki afirmou que toma alguns cuidados administrativos para não ocorrer transtornos como os registrados na época em que a corporação fez a mudança para o prédio provisório na Fundação Florestan Fernandes, no Parque Sete de Setembro, em fevereiro passado.

Na época, a Fundação foi escolhida como sede porque é um local bem localizado e, principalmente, por não gerar custos com aluguel. No entanto, os guardas enfrentaram alguns problemas de logística, como a falta de linha telefônica por alguns dias, o que dificultava o atendimento à população, e a falta de estacionamento para as viaturas. "Já pedi à empresa de telefonia que transfira as linhas antes da mudança. E problemaa com estacionamento e segurança dentro da GCM não teremos, com toda a certeza", comentou Regina.

A nova sede terá câmeras de segurança fora e dentro da base, dezenas de vagas de estacionamento, espaço para cursos e telecentros, além de auditório para palestras. A secretária ainda ressaltou que terá armários para todos os guardas e uma academia com mais espaço, porém sem novos equipamentos. Atualmente, a base é composta por 219 guardas civis municipais e 187 guardas patrimoniais.

A diretora executiva do Sindema (Sindicatos dos Funcionários Públicos de Diadema), Roseli Aparecida de Souza disse que a GCM precisa de uma nova sede. "Desde quando a guarda municipal foi criada, em 2000, a corporação cresceu muito e precisa de um espaço melhor para trabalhar. Estava precária a sede antiga, inclusive a provisória em que os guardas estão hoje", comentou.

Rosa ressaltou que vai acompanhar a mudança da GCM e que vai verificar se as condições de trabalho dos servidores públicos vão melhorar. "O local e as dependências da nova base são muito bons. Agora vamos ver se vão oferecer boa condição de trabalho. Vamos fiscalizar.", concluiu a diretora.

Ausência da secretária - Uma das novidades da nova sede da GCM (Guarda Civil Municipal) de Diadema é que o gabinete da secretária Regina Miki e a equipe administrativa da pasta não ficarão no mesmo espaço da corporação, como acontece hoje.

O gabinete de Regina será transferido para o Paço, ao lado da sala do prefeito José de Filippi. A equipe administrativa será alocada num prédio alugado pela Prefeitura, na mesma rua, onde funcionará os serviços de Mediação de Conflito; Corregedoria; Finanças, Estudo de Mapeamento Criminal e Central de Penas Alternativa

Nenhum comentário: