19 de mar de 2008

MAIS SOBRE A FATEC DIADEMA

Por Ana Maria Barbour

"Este é um momento de realização de sonhos que estão sendo construídos por muitas mãos". Assim Sandra Papaiz, vice-presidente empresa Papaiz, abriu o seu discurso durante a cerimônia em que a empresa doou um terreno à Prefeitura para a construção da Fatec de Diadema. O evento ocorreu às 11h do dia 14 de março, na sede da companhia, reunindo autoridades diversas. A administração municipal intermediou todo processo.



A área doada fica na fica na avenida Luiz Merenda, 503, no Jardim das Naçõe. Com 5.217 m2 o terreno abrigará um prédio com 4.500 m2. Nele funcionará a Faculdade de Tecnologia Luigi Papaiz, administrada pelo Centro Paula Souza. A construção do edifício custará cerca de R$ 4 milhões.



A faculdade começa com o curso superior de "Tecnologia em Cosmetologia", com ênfase em produção, para atender demanda do Pólo de Cosmético de Diadema, que responde por 10% do mercado nacional do setor. Atualmente, 72 empresas integram o Pólo de Cosméticos, que responde por 11 mil empregos.



O curso terá duração de três anos e será o primeiro no país a ter a modalidade de curso superior. Ele será gratuito e inicialmente serão abertas 80 vagas nos períodos tarde e noite.



De acordo com Sandra a razão que motivou a doação foi o desejo de promover a igualdade social, a qualidade de vida, geração de empregos e profissionais qualificados.



A diretora superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá, conta que o projeto de construir uma Fatec em Diadema tem uma longa história. "Primeiro a Prefeitura nos procurou explicando a necessidade de profissionais qualificados para trabalharem no setor de cosméticos da cidade. Gostamos muito da idéia e nos empenhamos, junto com os empresários do setor que atuam na região, em elaborar esse curso inédito e complexo. Montamos um belíssimo projeto", afirmou.







Laura fala sobre os recusrsos específicos que serão oferecidos

Laura explicou que o curso de Tecnologia em Cosmetologia se baseia intensamente em química e exige laboratórios específicos, que não podem ser construídos em qualquer terreno. "A doação da Papaiz solucionou o problema", disse.


Inicialmente a Prefeitura será responsável pela construção do edifício, que deve começar no segundo semestre desse ano. Entretanto, a administração está tentando negociar com o Governo do Estado para que este também ajude com recursos financeiros. Vale ressaltar que uma emenda parlamentar estadual já garantiu R$ 1,5 milhão para obras da faculdade.



Segundo Laura, O início das aulas dependem de quando a construção for finalizada. "Caso isso ocorra no final de 2008, o curso iniciará em fevereiro de 2009", disse ela. Quando a faculdade estiver em funcionamento, o Centro Paula Souza avaliará a demanda por outros cursos técnicos no setor químico. "Aí poderemos criar mais opções", garante.



Depois de pronto o prédio, o Governo do Estado ficará responsável pelos equipamentos e manutenção da nova Fatec.